Bicicleta tem um atrelado, vendido à parte
Foto
Bicicleta tem um atrelado, vendido à parte

Chegou a primeira bicicleta Ikea — para montar em casa, claro

Sladda chega a Portugal em Agosto e terá um preço de 565 euros

Depois de um kit de jardinagem, o grupo Ikea apresentou mais uma novidade: Sladda, a primeira bicicleta do grupo sueco, não tem correntes e pode ser comprada com um atrelado. Será vendida numa caixa — para montar em casa, pois claro.

A bicicleta unissexo é personalizável e tenta adaptar-se ao estilo de vida urbano. A Ikea procurou desenvolver um veículo que requeresse pouca manutenção e que fosse uma opção de transporte prática. Por isso, a correia tradicional foi substituída por uma correia de transmissão, uma espécie de cinto que não exige o uso de óleo.

“A correia de transmissão está livre do uso de óleo, percorrendo até 150 mil quilómetros. Tem interruptores automáticos e um sistema de clique inteligente que permite acrescentar acessórios como malas e sacos de bicicletas”, explicam os suecos num comunicado.

PÚBLICO -
Foto
Sladda é unissexo e não tem correntes

Desenhada por Oskar Juhlin, Jan Puranen e Kristian Eke, do estúdio de design Veryday, a bicicleta Ikea, feita de alumínio, fornece aos seus compradores a opção de escolher entre pneus de 66 ou 71 centímetros e ainda ajustar o guiador à sua posição. “A Sladda é como uma aplicação para o 'tablet', porque tem vários acessórios para tornar a vida do utilizador mais fácil”, diz Oskar Juhlin, director de design na Veryday.

O modelo — disponível em apenas uma cor: cinzento mate — chega a Portugal em Agosto e terá um preço de 565 euros. O atrelado, vendido à parte, terá um custo de 163 euros.

  

Em 2014, o Ikea tinha lançado uma edição limitada de uma bicicleta eléctrica, que esteve disponível apenas em algumas lojas austríacas.