Islândia

Primeiro-ministro islandês abandona entrevista para evitar perguntas sobre offshore

Em Março deste ano, o primeiro-ministro islandês, Sigmundur Davíð Gunnlaugsson, abandonou a sala durante uma entrevista ao canal de televisão sueco STV quando os jornalistas o questionaram sobre a empresa Wintris, com sede em Tortola, nas Ilhas Virgens Britânicas. Criada em 2007, a empresa era detida em partes iguais pelo actual primeiro-ministro e pela sua mulher, Anna Sigurlaug Pálsdóttir. O primeiro-ministro deu respostas evasivas e acabou por abandonar o local da entrevista.  Agora, após a divulgação dos Panama Papers, Sigmundur Davíð Gunnlaugsson pode ser a primeira baixa política do escândalo. 

Sugerir correcção