Europa

Um dia negro para a Bélgica: atentados no metro e aeroporto

O primeiro atentado atingiu o aeroporto belga de Zaventem por volta das 7h00, hora de Portugal Continental. Um bombista-suicida causou duas explosões na zona de embarque. Noventa minutos mais tarde, por volta das 08h30, nova explosão, desta vez na estação de metro de Maalbeek, próxima de instituições europeias. Há mais de três dezenas de feridos e estimativas não oficiais que sugerem cerca de trinta mortos. Bruxelas está em estado máximo de alerta e outros países europeus anunciam sucessivos reforços de segurança nas fronteiras. Os ataques aconteceram após a captura de Salah Abdeslam, um dos terroristas que atacou Paris a 13 de Novembro em nome do Estado Islâmico. 

Sugerir correcção