European Commission DG ECHO/Flickr
Foto
European Commission DG ECHO/Flickr

Amnistia entrega petição sobre os refugiados

A Amnistia Internacional Portugal entregou uma petição com 16.500 assinaturas na qual é feito um apelo à mudança nas políticas de migração e de asilo

A delegação da Amnistia Internacional Portugal foi recebida pela Secretaria de Estado dos Assuntos Europeus, em Lisboa, onde foi entregue uma petição que conta com mais de 16 mil assinaturas recolhidas em Portugal e mais de meio milhão a nível mundial.

O documento, promovido pela organização de direitos humanos, tem como objectivo obrigar a União Europeia (UE) a mudar a política de migração e asilo para que assim seja possível minimizar os riscos que migrantes, refugiados e candidatos a asilo passam para chegar à Europa, especialmente nas rotas do Mediterrâneo e dos Balcãs.

Na reunião, a presidente da Direção da Amnistia Portugal, Susana C. Gaspar e a responsável de Relações Institucionais, Antónia Barradas foram recebidas pela secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques.

A entrega do documento é feita numa altura em que se aproxima a cimeira entre a UE e a Turquia que se vai realizar a 7 de Março, sendo que este país já conta com mais de 2,6 milhões de refugiados provenientes da Síria.

Devido ao forte fluxo migratório de refugiados neste país, foram lançadas em 2015 as bases para a realização de um acordo que tem como objectivo combater “a migração irregular pelas suas fronteiras terrestres e marítimas”.

Esta petição faz parte da campanha SOS Europa, promovida pela Amnistia Internacional e está activa há quase dois anos.

A iniciativa visa utilizar a pressão da sociedade civil para que sejam efectuadas mudanças nas políticas de migração e asilo, denunciando os países europeus que fechem as fronteiras e descriminem a entrada de refugiados.