Jeb Bush desiste, Hillary e Trump ganham

Na corrida republicana, a notícia da noite é a desistência de Jeb Bush. Trump ganhou na Carolina do Sul e Hillary Clinton ganhou a Sanders no Nevada, em mais uma luta renhida.

Foto
REUTERS/Brian Snyder

A hipótese de haver um terceiro membro do clã Bush a assumir a Presidência americana deve estar totalmente afastada por agora. Jeb Bush, filho de George H. Bush e irmão de George W. Bush, suspendeu na última noite a sua corrida à nomeação republicana, depois das primárias republicanas no estado da Carolina do Sul, onde o milionário Donald Trump voltou a ganhar de forma confortável.

Num discurso na cidade de Columbia, Bush aludiu aos resultados que obteve nas três primeiras votações para justificar a sua saída. "Os eleitores de Iowa, New Hampshire e Carolina do Sul falaram e eu respeito a decisão deles", disse Bush, emocionado, segundo descreve a Reuters, depois de ter ficado em quarto na votação da Carolina do Sul, um estado onde o pai (41.º Presidente dos EUA entre 1989-1993) e o irmão (43.º Presidente, 2001-2009) tiveram, no tempo deles, vitórias importantes, mas que agora preferiu o magnata Donald Trump. "Vou suspender a minha campanha esta noite", resumiu Bush, anunciando uma decisão que, em princípio, deveria beneficiar em primeiro lugar o senador da Florida, Marco Rubio, que será a segunda escolha mais previsível para muitos dos apoiantes de Jeb Bush, diz o Washington Post.

Nem o facto de George W. ter entrado em cena para tentar ressuscitar a campanha de Jeb ajudou a mudar o rumo dos acontecimentos. Há vários meses que Jeb Bush vinha caindo nas sondagens.

Quanto a resultados, Donald Trump arrecadou 32,5% dos votos e bateu os adversários Rubio (segundo com 22,5%) e Ted Cruz (terceiro com 22,3%). Trump conquista assim mais 50 delegados (a somar aos dez obtidos no New Hampshire e sete no Iowa), liderando destacado a corrida. O segundo, Ted Cruz, soma no total 11 delegados.

Do lado democrata, o resultado foi novamente muito disputado. No caucus democrata do estado do Nevada, Hillary Clinton levou a melhor sobre Bernie Sanders, com um resultado final de 52,7% contra 47,2% (os restantes 0,1% foram parar a outros candidatos).

O domínio eleitoral da antiga primeira dama norte-americana e secretária de Estado de Obama, entre 2009 e 2013, centrou-se na metrópole de Las Vegas, ao passo que Sanders obteve mais votos do que a adversária na zona norte do Nevada, à volta de Reno.

É o segundo triunfo eleitoral de Hillary, depois da vitória no Iowa e da derrota em New Hampshire. o que lhe permite para já liderar a corrida aos delegados face a Sanders (42 contra 15).

Os republicanos voltam às urnas na próxima terça, 23 de Fevereiro, para o caucus do Nevada. Os democratas da Carolina do Sul vão às urnas no próximo sábado, 27 de Fevereiro.