Encontrado o corpo do homem desaparecido em Albergaria-a-Velha

As águas do Rio Vouga, que transbordaram, arrastaram o homem.

Foto
O corpo do homem que circulava de bicicleta e foi visto a ser arrastado pela água, na tarde de sábado Adriano Miranda

O corpo do homem que circulava de bicicleta e foi visto a ser arrastado pela água, na tarde de sábado, na estrada que liga Cacia, em Aveiro, a Angeja, Albergaria-a-Velha, foi encontrado neste domingo pelas 18h.

Os bombeiros deram, assim, por terminadas as buscas que decorriam desde o início da manhã deste domingo, e que já haviam começado ao final da tarde de sábado.

“Apesar das condições muito difíceis, conseguiu-se encontrar o corpo”, confirmou ao PÚBLICO José Bismark, Comandante Distrital de Operações e Socorro de Aveiro.

Entretanto, após várias horas de dúvidas quanto à identidade da vítima, sabe-se já que o homem, de cerca de 50 anos, residia na zona de Vilar, em Aveiro. “Tínhamos dois homens dados como desaparecidos nesta zona e ambos costumavam andar de bicicleta: um da zona do Fontão, em Angeja, e outro de Vilar”, explicou o comandante do CDOS.

“Depois de encontrarmos a bicicleta, cerca das 16 horas, conseguimos, através de familiares, identificar que o senhor [arrastado pelas águas] era o de Vilar”, especificou José Bismark. O corpo do ciclista foi já transportado para o Instituto de Medicina Legal. O outro homem cujo paradeiro não se conhecia apareceu entretanto. Não foi vítima de qualquer acidente.

Nas operações de resgate estiveram envolvidos mais de 20 efectivos (14 bombeiros durante o período da manhã e 19 durante a tarde), dois botes, uma mota de água e cães de busca.