Joshua Wilson/Pixabay
Foto
Joshua Wilson/Pixabay

Cinemas europeus com mais espectadores em 2015 e Portugal contribuiu para isso

"Foi um bom ano para os cinemas europeus", afirma o presidente do projecto MEDIA Salles, do Programa Media da União Europeia

As salas de cinema da Europa tiveram 1.210 milhões de espectadores em 2015, um aumento de 5,2 por cento face a 2014, com Portugal, Finlândia e Dinamarca a contribuirem para essa subida, revelou quarta-feira o MEDIA Salles.

Estes são dados preliminares, da exibição cinematográfica no espaço europeu, revelados pelo projecto MEDIA Salles, do Programa Media da União Europeia, e que serão apresentados esta semana à margem do Festival Internacional de Cinema de Berlim, que começa esta quinta-feira.

Com base nas informações estatísticas já disponibilizadas por 32 países, no que toca à exibição comercial, em 2015 contabilizaram-se 1.210 milhões de espectadores, contra os 1.151 milhões de 2014. "Foi um bom ano para os cinemas europeus", afirmou o presidente do MEDIA Salles, Paolo Protti. Entre os países que registaram maior aumento de frequência de cinema em circuito comercial estão Portugal (com um aumento de 20,4 por cento), Finlândia (20,3 por cento) e Dinamarca (15,8 por cento).

Em Janeiro, o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) já tinha anunciado que em 2015 Portugal contabilizou 14,5 milhões de espectadores, ou seja, mais 2,5 milhões de espectadores — cerca de 20 por cento — do que em 2014. Entre os países com maiores taxas de exibição, a Alemanha e Reino Unido também registaram subidas nos hábitos de consumo de cinema dos espectadores, enquanto França teve uma ligeira descida, de 1,4 por cento.

O MEDIA Salles assinala ainda uma aceleração do processo de conversão tecnológica das salas de cinema, registando a existência de 36.200 salas com projecção em digital, cerca de 95 por cento do panorama do circuito comercial.