Opinião

Cartas à Directora

Maldades da condição humana

Há dias soubemos que, da riqueza gerada a nível global, 99% dessa mesma criada riqueza é detida apenas por 1% da população mundial. Isto é, na simplicidade das coisas, o seguinte: suponhamos que 100 pessoas estão numa mesa em amena cavaqueira, sabendo que no fim iam comer parte de um delicioso bolo.

Assim, o bolo foi partido em 100 fatias iguais. Mas, um refinadíssimo matreiro, usando o mesmo critério da imoral e criminosa repartição da riqueza mundial, ficou para si com 99 fatias do referido deleitoso bolo, deixando apenas uma fatia para os restantes 99 convivas.

Malditos sejam todos aqueles que assim procedem, tolhendo as vidas de milhões de seres iguais a si.

José Amaral, V.N.Gaia

 

Viva a felicidade

Afinal, a maioria dos portugueses está bem com a vida que tem! Segundo estudo do Observatório da Sociedade Portuguesa da CATÓLICA-LISBON, 56% está bem como seu nível de vida, e 72% indicam sentir-se muito felizes, enquanto 39% sentem-se calmos e tranquilos e 35% cheios de energia. Quem diria! António Costa não vai ter dificuldades na reeleição. Resumindo e concluindo: muitos eleitores de esquerda estão felicíssimos! Tudo indica que Passos Coelho é o grande responsável por este elevado nível de bem-estar. António Costa não teve tempo de implementar medidas multiplicadoras de estados de alma a raiar o deslumbramento. Ou os portugueses visados no referido estudo são mentirosos ou a austeridade imposta pela troika foi um elixir de felicidade!

Ademar Costa, Póvoa de Varzim