Jogo de computador criado em Coimbra quer impedir Hitler de chegar ao poder

Programa de entretenimento só deverá estar disponível daqui a um ano.

A operação “Carole” arrancou há cerca de um ano
Foto
A operação “Carole” arrancou há cerca de um ano Foto: Nelson Garrido

Um jogo de computador que quer impedir Hitler de chegar ao poder, protagonizado por uma personagem inspirada num resistente ao regime nazi, está a ser desenvolvido em Coimbra por antigos estudantes universitários.

Intitulado Sebastian Frank - The Beer Hall Putsch (o golpe do salão da cerveja), é um jogo de aventuras que os promotores definem como "uma divertida e emocionante aventura gráfica portuguesa de point-and-click [apontar e clicar]". Tiago Santos, licenciado em Tecnologias de Informação Visual e consultor de comunicação do projecto, explica que o tema do jogo "está relacionado com a ascensão de um movimento radical, entre a I e a II Guerra Mundial".

"É um período histórico que desperta grande interesse e curiosidade. A personagem principal, Sebastian Frank, é fictícia e pretende mostrar o lado da resistência alemã a um regime totalitário, uma visão muitas vezes esquecida", descreve. "Espécie de herói anónimo", na sua missão de impedir a tomada de poder do partido nazi na Alemanha, em 1923, o protagonista "vai estar envolvido em acontecimentos históricos factuais e terá um papel preponderante à resolução dos mesmos", adianta.

A personagem é inspirada num jornalista e historiador alemão, chamado Sebastian Haffner, pseudónimo de Raimund Pretzel, também ele opositor aos nazis, que o perseguiram. O jogador "terá de resolver um encadeamento de puzzles, cuja resolução implica a interacção com mais de 40 personagens, a combinação de objectos ou a exploração de cenários", indica Tiago Santos.

A equipa que criou o jogo – no qual Hitler aparece de gabardina fechada e chapéu, apenas com o bigode visível na face - é constituída por três pessoas: José Nunes e Cláudio Fernandes, ambos antigos alunos do curso de Tecnologias de Informação Visual da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, e Joaquim Borges, formado em Design e Multimédia, que foi responsável pelo design.

O projecto contou ainda com a "participação pontual" de outras pessoas, em áreas como a animação, música ou traduções (nomeadamente para o italiano e polaco, a acrescentar em breve), "competências que foram encontradas no círculo de conhecimentos da equipa". O jogo possui já uma demonstração disponível para download - que funciona como primeiro episódio do jogo, intitulada The Vienna Prologue - passada na capital austríaca em 1908, altura em que Sebastian Frank conhece Adolf Hitler e onde o jogador pode conhecer a personagem e ajudá-la a cumprir alguns objectivos.

Tanto o jogo como a demonstração estão projectados para computadores pessoais (plataforma PC com sistemas operativos Windows, Mac OS X e Linux), adaptando-se “perfeitamente" a dispositivos móveis, em especial aos tablets. Deverá estar disponível em Janeiro de 2017. O projecto está orçado em cerca de 90 mil euros - 30 mil dos quais deverão ser angariados através de uma campanha de crowdfunding que se encontra a decorrer, devendo o restante montante ser conseguido através de capitais próprios dos promotores e de eventuais investidores interessados.