Morreu a escultora Graça Costa Cabral fundadora da Ar.Co

Tinha 76 anos, morreu quinta-feira à noite.

Foto
Graça Costa Cabral foi fundadora da Ar.co e foi a instituição que anunciou a morte no Facebook oficial da escola dr

A escultora Graça Costa Cabral, de 76 anos, faleceu na quinta-feira à noite, anunciou esta sexta-feira a direcção do Centro de Arte e Comunicação Visual (Ar.Co), em Lisboa, da qual foi fundadora.

De acordo com a entidade, que anunciou a morte da escultura na rede social Facebook, o corpo da artista plástica vai estar em câmara ardente a partir das 19h desta sexta-feira, na Igreja Nossa Senhora da Encarnação, ao Chiado, em Lisboa.

No sábado, será celebrada uma missa na mesma igreja, pelas 12h.

Nascida em São Miguel, nos Açores, em 1939, Graça Costa Cabral tirou o curso de Escultura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, e vivia e trabalhava em Lisboa.

Foi, com o marido, Manuel Costa Cabral, fundadora do Ar.Co., em 1973, e ao longo de mais de 40 anos acompanhou o centro de artes como professora, responsável por sectores de formação, e presidente da direcção.

Associação cultural sem fins lucrativos, com estatuto de utilidade pública, o Ar.Co dedica-se desde a fundação à experimentação, formação e divulgação das artes e disciplinas da comunicação visual, desde o desenho, fotografia, pintura, escultura, joalharia e cerâmica.