Queres desligar o despertador? Pisa-o

Empreendedores de Vancouver e Hong Kong desenvolveram o Ruggie, um tapete que também é um despertador. Campanha no Kickstarter já angariou o triplo do valor inicialmente pedido

“Só mais cinco minutos” é o pensamento dominante quando o despertador toca — e a opção de “snooze” só adia o inevitável. As alternativas aos alarmes convencionais surgem regularmente: desde despertadores que servem café a outros que utilizam o aroma desta bebida na hora de acordar. A pensar naqueles que não conseguem livrar-se do flagelo do “snooze”, uma equipa de empreendedores de Vancouver e Hong Kong desenvolveu um despertador que, para ser desligado, precisa de ser pisado. O Ruggie é um tapete de aspecto confortável que também funciona como despertador: só se cala quando os pés tocam e pressionam a sua superfície por mais de três segundos. E já que se está levantado, porque não abandonar a cama? O tapete tem um sensor de toque com um mostrador e colunas que repetem frases de motivação para que o acordar não seja tão custoso. “Se o Ruggie te puder ajudar a acordar cinco minutos mais cedo, assumindo que vives até aos 80 anos, terás ganho 100 dias de vida”, lê-se na campanha de “crowdfunding” do Kickstarter. A 50 dias do final, o Ruggie já angariou mais de 153.000 dólares canadianos (perto de 99.000 euros), três vezes mais do que o valor inicialmente pedido. Por 110 dólares canadianos (71 euros) já é possível encomendar um destes despertadores.