Carnaval de Ovar tem farrapa e visitas guiadas

Ovar já cheira a Carnaval e o pontapé de saída é dado neste sábado, pelas 21h30, num espectáculo que reinterpreta o universo das máscaras.

Foto
Nelson Garrido

Primeiro as novidades. Há visitas guiadas para quem quer conhecer a central das operações carnavalescas, ou seja, a Aldeia do Carnaval de Ovar em funcionamento nas tardes de 5 e 6 de Fevereiro. A Noite da Farrapa é uma estreia e é um desfile espontâneo em que todos podem mostrar os seus disfarces. Os primeiros mil participantes inscritos têm direito a um brinde surpresa nessa farrapada marcada para 5 de Fevereiro, a partir das 22h. Animação e alegria são as regras e os foliões podem desfilar individualmente ou em grupo. Quanto à promoção, o Entrudo vareiro tem um stand só para si na FITUR – Feira Internacional de Turismo de Madrid entre 20 e 24 deste mês. Haverá camarotes, tal como no ano passado, mas mais 150 lugares sentados, perfazendo 4.150 sítios na bancada. O orçamento ronda os 500 mil euros.  

Ovar já cheira a Carnaval e o pontapé de saída é dado neste sábado, pelas 21h30, num espectáculo que reinterpreta o universo das máscaras e que integra uma arruada de gigantones e cabeçudos e envolve mais de 100 pessoas da comunidade. Um momento conduzido pelo maestro inglês Tim Steiner. A concentração acontece em frente ao Centro de Arte e segue para a Praça da República. A festa dura até 9 de Fevereiro. O baile de máscaras estreou no ano passado e não sai do programa. Uma tradição que se recupera a 30 de Janeiro, no Café Progresso, pelas 22h, e terá músicas da época tocadas pela Fun Swing Orchestra. A Noite Mágica, noite onde milhares de pessoas se juntam nas ruas de Ovar, mascaradas ou não, acontece na véspera do dia de Carnaval, 8 de Fevereiro. Aqui há pontos de animação para vários públicos e música até de madrugada. Os desfiles realizam-se quando deve ser, no domingo gordo e na terça-feira de Carnaval, a 7 e 9 de Fevereiro. A Avenida Sá Carneiro será então pisada várias vezes por 2000 figurantes de 14 grupos carnavalescos, seis grupos de passerelle e quatro escolas de samba.

A chegada dos reis D. João – O Pão-de-Ló de Ovar e D. Sofia – A Padroeira do Azulejo acontece a 24 de Janeiro num desfile de piadas colectivas, a partir das 14h30. O rei é João Fernando, um dos fundadores da escola de samba Charanguinha. A rainha é Sofia Barbosa, madrinha de bateria da Charanguinha, e é a primeira rainha grávida na história do Carnaval vareiro.

O Entrudo não tem limite de idades e a 11.ª edição do Carnaval Sénior está marcada para a tarde de 28 de Janeiro, com banda e lanche oferecido aos cerca de 500 idosos de várias instituições da região. A tarde de 31 de Janeiro é dos mais novos que desfilam no centro de Ovar no já tradicional Carnaval das Crianças.