África

O colonialismo desligou Cabo Verde de África

Para uns, o racismo em Cabo Verde é um problema inferior. Para outros, uma questão preocupante. Uma certeza é a de que o encontro entre europeus e africanos não deixou o país ileso. Mas o tabu, nesta sociedade fundada numa base escravocrata, é outro. Cabo Verde pode ter-se reconciliado com os seus colonizadores mas, segundo alguns cabo-verdianos, ainda não encontrou o seu lugar em África. Mais do que em milhas ou quilómetros, a distância do país ao continente africano mede-se através dos séculos de colonialismo português. Terceira reportagem da série Racismo em Português, desta vez dedicada a Cabo Verde.


A série Racismo em Português foi realizada em parceria com a Fundação Francisco Manuel dos Santos

Sugerir correcção