As réplicas da exposição ComingOut vão a leilão

Impressões de alta qualidade de pinturas do Museu de Arte Antiga serão leiloadas online a partir do dia de reis e as receitas revertem para a compra da Adoração dos Magos de Domingos Sequeira.

Duas das obras expostas no Bairro Alto
Foto
Duas das obras expostas no Bairro Alto Paula Brito Medori

Foi no fim de Setembro que o Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, espalhou 31 reproduções de obras-primas da sua colecção pelo Chiado, o Bairro Alto e o Príncipe Real, na tentativa de aproximar o seu riquíssimo património dos portugueses e dos turistas estrangeiros que visitam Lisboa.

As réplicas da exposição ComingOut E se o Museu saísse à rua?, impressões de alta qualidade no seu tamanho original e emolduradas, mostradas na rua como se estivessem na galeria do museu, vão ser agora vendidas pela leiloeira Palácio do Correio Velho, que as exporá nas suas instalações de 5 a 8 de Janeiro. O leilão, que será efectuado online, informa o MNAA em comunicado, decorrerá entre as 10h de 6 de Janeiro e as 22h de 10 de Janeiro.

A data do arranque desta venda online, dia de reis, não foi escolhida ao acaso. As receitas angariadas reverterão na íntegra para o Grupo dos Amigos do Museu Nacional de Arte Antiga com o fim de apoiar a compra da Adoração dos Magos, de Domingos António de Sequeira (1768-1837), obra que é objecto da campanha nacional de angariação de fundos Vamos pôr o Sequeira no Lugar Certo. O MNAA está a tentar reunir os 600 mil euros necessários para adquirir esta pintura, por muitos definida como uma obra-prima da arte portuguesa, a um coleccionador privado.

Só 19 das 31 obras que inicialmente integraram a exposição ComingOut, e que incluíam, por exemplo, o retrato de D. Sebastião de Cristóvão de Morais (1571) e a perturbadora Salomé com a Cabeça de São João Baptista, pintada por Lucas Cranach, o Velho (1510-1515), serão vendidas. Isto porque várias desapareceram entretanto - umas nunca mais foram vistas, outras voltaram às ruas, mas trocaram o centro de Lisboa pelo Laranjeiro, na margem Sul, para onde foram levadas por alguém que ficou conhecido como o “Robin das Artes”.

Todas as pinturas que o Palácio do Correio Velho leiloará online têm uma base de licitação de 100 euros.