Conselho de Ministros reúne-se esta segunda-feira para aprovar orçamento rectificativo

Reunião está marcada para as 9h.

António Costa: "Nós aprendemos com os nossos erros. É pena que o Governo não tenha aprendido com os seus erros e o que tenha a propor hoje aos portugueses é mais do mesmo"
Foto
António Costa: "Nós aprendemos com os nossos erros. É pena que o Governo não tenha aprendido com os seus erros e o que tenha a propor hoje aos portugueses é mais do mesmo" Nuno Ferreira santos

O Conselho de Ministros vai reunir-se nesta segunda-feira de manhã para discutir e aprovar um orçamento rectificativo, na sequência do processo Banif, disse fonte do gabinete do primeiro-ministro. A reunião do Conselho de Ministros está marcada para as 9h

O orçamento rectificativo surge na sequência da venda do Banif ao Banco Santander Totta, por 150 milhões de euros, um processo que envolve um apoio público estimado de 2.255 milhões de euros.

O primeiro-ministro, António Costa, numa comunicação ao país na noite de domingo, disse que a venda “tem um custo muito elevado para os contribuintes”, mas é a solução “que melhor defende o interesse nacional”.

Um comunicado do Banco de Portugal explicitou que a operação envolve “um apoio público estimado em 2.255 milhões de euros que visam cobrir contingências futuras, dos quais 489 milhões de euros pelo Fundo de Resolução e 1.766 milhões directamente do Estado".

A alienação foi tomada "no contexto de uma medida de resolução".