Banco Santander já iniciou integração do Banif

Negócio aumenta 2,5% a quota de mercado do banco espanhol em Portugal. Negociação das acções do Banif continua suspensa.

AFP PHOTO / PATRICIA DE MELO MOREIRA
Foto
AFP PHOTO / PATRICIA DE MELO MOREIRA

O presidente do Banco Santander Totta, António Vieira Monteiro, encontrou-se nesta segunda-feira com a alta direcção do Banif, um encontro que serviu para tranquilizar os trabalhadores do banco e para iniciar o processo de integração das duas instituições.<_o3a_p>

A reunião decorreu nas instalações do Banif, adiantou ao PÚBLICO fonte oficial do Santander.<_o3a_p>

O banco comprador ainda não consegue avançar qual o timing necessário para a integração, mas manifesta o desejo de que se concretize “o mais rapidamente possível”.<_o3a_p>

“Neste momento, a maior preocupação era manter os balcões a funcionar com normalidade e isso foi conseguido”, adiantou a mesma fonte, referindo que o banco não tem conhecimento de ocorrência de levantamentos anormais por parte de clientes do Banif.<_o3a_p>

O Santander adianta que as condições asseguradas pelos clientes do Banif, “de momento, estão todas iguais”.<_o3a_p>

Com a compra da actividade comercial do banco liderado por Jorge Tomé, por 150 milhões de euros, o Santander Totta reforça a sua quota de mercado em Portugal em 2,5%, passando a deter 14,5% dos créditos e depósitos.<_o3a_p>

Com esta operação, a instituição liderada por António Vieira Monteiro passa a ser segunda maior entidade financeira privada do país.<_o3a_p>

O Banif tem uma rede de 150 balcões, que servem 400 mil clientes. Possui uma carteira de cerca de 6000 milhões de euros em depósitos e 5500 milhões de euros em créditos. A instituição é especialmente relevante nas regiões autónomas da Madeira e Açores, nas quais conta com quotas de mercado muito elevadas.<_o3a_p>