Não, José Mourinho não está a caminho do Benfica

“José Mourinho a caminho do Benfica”. Deve ter visto este artigo do PÚBLICO a circular pelas redes nas últimas 24 horas. Bom, temos uma explicação a dar. E um ‘culpado’ a apontar.

Foto
Mourinho no Benfica em 2000 Rui Gaudêncio

O número de acessos ao PÚBLICO disparou durante a tarde desta quinta-feira com a circulação em massa de uma notícia que avançava a possibilidade de o técnico português José Mourinho regressar à Luz. O título era chamativo tanto para adeptos como para rivais das águias: “José Mourinho a caminho do Benfica”.

O problema? O artigo em causa data de 28 de Dezembro de 2001. Nessa edição, o PÚBLICO dava conta de conversações marcadas entre o então treinador da União de Leiria e o então presidente do Benfica, Manuel Vilarinho. Em cima da mesa estaria o regresso à Luz, depois de a 5 de Dezembro de 2000 o técnico setubalense ter saído e sido substituído por Toni.

Mourinho tinha estado seis meses no Benfica e deixado boas memórias entre os adeptos encarnados – seis vitórias, três empates e duas derrotas, em jogos do campeonato, Taça UEFA e Taça de Portugal, incluindo um categórico 3-0 ao Sporting, 24 horas antes da saída da Luz. No entanto, o treinador entraria em conflito com o recém-eleito Vilarinho, que já tinha prometido que Toni seria o seu homem. Perante a incerteza, surgiu o ultimato: Mourinho exigiu a renovação do seu contrato por uma época. Vilarinho recusou e o futuro Special One rumou a Leiria.

Como se sabe agora, a tentativa de reaproximação entre Mourinho e Vilarinho fracassou. O resto – FC Porto, Chelsea, Inter, Real Madrid e novamente Chelsea – é história. E sobretudo glória, apesar do actual momento menos feliz. Mourinho regressará ao Benfica? Não existe qualquer informação nesse sentido.

Mas voltemos atrás. Como é que uma notícia de 2001 ressuscita, é partilhada em massa e domina a tabela das mais vistas em Dezembro de 2015? O principal responsável foi Francisco da Silva, director de marketing do Twitter em Portugal e desde há muito um ávido e influente utilizador das redes sociais. Fez a primeira partilha da notícia no Twitter, cerca das 16h de quinta-feira, pouco depois da informação (essa sim, verdadeira) do afastamento de Mourinho do Chelsea. Era uma brincadeira inocente, uma pequena partida. Trolling, como se diz na gíria.

 

O fogo espalhou-se pelo Twitter e intensificou-se depois no Facebook, onde a popular página satírica de desporto Um Azar do Kralj também partilhou a notícia de 2001. Uma outra partilha da notícia por Francisco da Silva no perfil da jornalista da SIC Joana Latino acabou por ser mostrada em directo na SIC Notícias (que avisou os espectadores da partida), inspirando mais pessoas a repetirem a brincadeira. E assim se faz um viral. 

Resta por fim sublinhar que o PÚBLICO não quis em algum momento induzir os leitores em erro. E vale a pena repetir duas recomendações tantas vezes esquecidas: leia o artigo antes de o comentar e partilhar, e não se esqueça de verificar a data de publicação da notícia.