Mariano Rajoy agredido na rua em Pontevedra

Jovem de 17 anos deu um murro na cara do chefe do Governo espanhol durante uma arruada.

Um jovem de 17 anos foi detido em Pontevedra depois de esmurrar o presidente do Governo de Espanha, Mariano Rajoy, candidato a um novo mandato nas eleições de domingo. O líder do Partido Popular seguia pela rua numa acção eleitoral, acompanhado por outros candidatos conservadores, quando foi abordado pelo jovem e agredido com um murro na cara, que lhe partiu os óculos.

“Estou muito contente com o que fiz”, declarou o agressor, identificado apenas pelo primeiro nome Andrés, por ser menor de idade. O jovem, que se aproximou do presidente do Governo sob o pretexto de tirar uma selfie, foi imediatamente imobilizado pelos seguranças que acompanhavam Mariano Rajoy, e detido pela polícia. Segundo a imprensa espanhola, poderá ser acusado pelo crime de atentado à autoridade.

Apesar do “duro golpe na cara”, Mariano Rajoy prosseguiu, sem óculos, a arruada de campanha pela zona pedonal de Pontevedra, de onde depois seguiu para um comício, esta noite, na Corunha. “Não tenho palavras para expressar a minha indignação pela agressão de que foi vítima esta tarde o presidente do Governo nas ruas de Pontevedra”, disse a ministra do Fomento, Ana Pastor, que corre por Pontevedra a um lugar no Congresso.

De acordo com o El País, o agressor está envolvido no movimento conhecido como as Marés, ligado ao partido de esquerda Podemos. O líder do Podemos, Pablo Iglesias, enviou uma mensagem a Rajoy, a inteirar-se do seu estado.