DR
Foto
DR

Os rebuçados Papabubble estão a chegar ao Porto

Depois de Barcelona, Tóquio, Amesterdão, Nova Iorque, São Paulo e Lisboa, é a vez do Porto receber a loja dos rebuçados artesanais espanhóis. Inauguração é a 12 de Dezembro e conta com a presença de Beatriz Gosta

No dia 12 de Dezembro vai inaugurar na baixa do Porto mais um doce conceito. Não são gelados, não são chocolates, nem mesmo doçaria tradicional portuguesa. São os Papabubble, os rebuçados artesanais espanhóis, singelas obras de arte em miniatura, que têm adoçado a boca do mundo

A marca nasceu em Barcelona com o “objectivo de recuperar o antigo processo de criação artesanal de doces". Desde então, os rebuçados têm feito sucesso por todo o mundo. A primeira loja abriu então em Espanha em 2004. Seguiram-se as de Tóquio, Nova Iorque, São Paulo e Lisboa.

Chega agora a vez do Porto, que vai acolher o conceito no n.º 158 da Rua 31 de Janeiro. Abrir um espaço na cidade já era uma ideia antiga. Praticamente desde que abriu a loja em Lisboa, em 2009, que havia esse plano, conta, em entrevista por email, Vasco Pinto, gerente da loja. Mas tudo tem o seu tempo. "A Papabubble é um organismo lento, [que se move] exactamente ao ritmo a que fazemos os rebuçados: devagar e bem", justifica o responsável. 

PÚBLICO -
Foto
Processo de corte

 

PÚBLICO -
Foto
Montagem dos Papabubbles

Traçando o balanço dos seis anos de actividade em Lisboa, Vasco Pinto sublinha que o 'feedback' do público tem sido muito positivo, o que se explica "sobretudo pelo lado extraordinariamente apelativo do conceito, imagem e produtos Papabubble", mas também pela "qualidade, originalidade e carácter artesanal" dos rebuçados. 

PÚBLICO -
Foto
Processo de preparação e escolha dos sabores

 

PÚBLICO -
Foto
Mistura dos ingredientes

"Desde a panela ao rebuçado"

Em todas as lojas é possível acompanhar a produção destes rebuçados coloridos. Todo o processo é realizado no local, à vista de toda a gente, e o Porto não será excepção. O "candy maker" Jorge Margarido e as suas ajudantes, as "lollygirls" Filipa Gonçalves e Sara Madureira, serão os responsáveis por todo o labor, "desde a panela ao rebuçado que se pode provar", sublinha Vasco Pinto, que completa a equipa.

 

A receita é simples: açúcar, água e glucose juntamente com aromas e corantes variados. Numa panela, junta-se açúcar e água e aguarda-se que a mistura ferva. Quando atinge a temperatura perfeita, há que juntar glucose, ácido cítrico e o aroma pretendido. Por fim, passa-se essa mistura para uma mesa fria, onde são colocadas as cores e os aromas pretendidos para cada rebuçado, e depois procede-se à modelagem, com uma dose de criatividade q.b.. Basta espreitar o vídeo à esquerda. 

A loja no Porto inaugura, então, a 12 de Dezembro e conta com a presença especial de Beatriz Gosta que irá elaborar os seus próprios doces. A partir das 17h00.