U2 e Patti Smith, juntos, em Paris, pelas vítimas dos atentados

No primeiro de dois concertos em Paris, os U2 convidaram Patti Smith para subir ao palco, num momento de homenagem às vítimas dos atentados. Esta segunda-feira especula-se que os Eagles Of Death Metal poderão fazer o mesmo.

Foto

Foi este domingo à noite que os U2 deram o primeiro de dois concertos de reposição em Paris – depois do cancelamento das datas de 14 e 15 de Novembro, devido aos ataques terroristas de 13 de Novembro – naquele que acabou por ser o maior espectáculo na capital francesa depois dos atentados, na lotada AccordHotels Arena.

Como se previa, o primeiro de dois concertos (o segundo realiza-se esta segunda-feira) do grupo, foi marcado pelos momentos emocionais de homenagem às vítimas dos atentados. Os irlandeses convidaram Patti Smith para a interpretação de dois temas desta – Gloria e People have the power – ao mesmo tempo que nos ecrãs gigantes surgiam os nomes das vítimas.

“Esta noite somos todos parisienses. Se vocês amam a liberdade, Paris é a vossa cidade”, disse Bono, durante o concerto com um alinhamento de 27 canções, onde mostraram solidariedade pelas vítimas dos ataques terroristas de Paris, Damasco, Istambul e Beirute e também pelos que morreram nos recentes tiroteios de São Bernadino, na Califórnia.

“Estamos juntos pelas famílias que perderam aqueles que amam nos atentados de Paris. Estamos juntos pelas vítimas de São Bernardino. Estamos juntos com as famílias de Beirute e Istambul. Estamos juntos perante aqueles que defendem falsas ideologias do seu Deus”, disse às tantas, Bono, durante o concerto.  

Num dos encores, Bono, envolto pela bandeira francesa, cantou um excerto de Ne me quitte pas, a conhecida canção de Jacques Brel, e numa outra altura do espectáculo, mostraram uma nova canção, The streets of surrender, que contém algumas linhas alusivas a Paris, a “cidade da liberdade.”

No segundo concerto desta segunda-feira especula-se que os Eagles Of Death Metal – que tocavam na sala Bataclan aquando dos atentados – poderão fazer a sua primeira aparição em palco depois do ocorrido. A notícia foi veiculada pela Billboard na sexta-feira, tendo sido desmentida entretanto por fonte ligada aos U2, embora os rumores se mantenham.

Existem notícias contraditórias, com algumas fontes a veicularem que o desmentido dos U2 terá sido feito por razões de segurança. Ou seja, ninguém sabe ao certo o que poderá vir a acontecer. O concerto de segunda-feira será transmitido em directo pelo canal de TV americano HBO.