Astronauta vai correr a Maratona de Londres no espaço

Tim Peake irá correr numa passadeira usando um sistema de realidade aumentada, como se estivesse nas ruas de Londres.

Foto
Tim Peake vai ser o primeiro astronauta britânico na Estação Espacial Internacional Stefan Wermuth/Reuters

O astronauta britânico Tim Peake anunciou nesta sexta-feira que irá participar na próxima Maratona de Londres: um anúncio que não tem nada de especial, excepto o pormenor de que irá percorrer os 42,195 quilómetros no espaço, a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

“Assim que me foi dada a missão na ISS, pensei que seria espectacular levar a Maratona de Londres para a estação. Este é um evento planetário, e nós estamos a levá-lo para fora das fronteiras do mundo”, disse o antigo piloto de testes de helicóptero, de 43 anos.

O astronauta irá partir da Terra a 15 de Dezembro numa nave russa Soiuz, que descolará do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, e ficará na ISS durante seis meses. Tim Peake é o segundo britânico no espaço. A primeira foi a cientista Helen Sharman, que em 1991 visitou a estação espacial russa Mir.

A corrida da maratona, uma estreia no espaço, permitirá a Tim Peake juntar o útil ao espectacular, já que o exercício físico é essencial para lutar contra os efeitos negativos da falta de gravidade nos músculos e nos ossos.

O “major Tim” irá ouvir o tiro de partida a 24 de Abril, um domingo, ao mesmo tempo que 37.000 participantes o fazem em terra. Ele correrá os 42,195 quilómetros numa passadeira e estará virtualmente imerso na maratona, graças a um grande ecrã à sua frente.

A próxima Maratona de Londres dá a oportunidade a quem quiser de participar usando uma passadeira e um sistema de realidade aumentada com avatares, colocados no percurso da maratona previamente filmado. “Vou poder ver-me a correr nas ruas de Londres, ao mesmo tempo que estou em órbita à volta da Terra a uma velocidade de 27.000 quilómetros por hora”, declarou o astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA), num comunicado.

Em 1999, Tim Peake terminou a Maratona de Londres com o excelente tempo de 3h18m (o recorde de sempre da maratona é de 2h02m57s, atingido pelo queniano Dennois Kimetto na Maratona de Berlim, em 2014).

“Não acho que vá conseguir bater o meu recorde. O sistema de arnês é uma grande limitação. Como não há gravidade, vou flutuar se não estiver preso à passadeira, por isso terei de usar uma espécie de mochila com pesos. Passados 40 minutos, este sistema torna-se muito desconfortável”, disse o astronauta, que é também embaixador da organização filantrópica britânica The Prince’s Trust. Ainda assim, o objectivo pessoal do astronauta é ambicioso, já que quer terminar a corrida entre as três horas e meia e as quatro.