Sócrates e Pinto da Costa almoçaram no Porto

Almoço foi combinado há um mês e o ex-primeiro-ministro mostrou desde logo disponibilidade para vir ao Porto

Pinto da Costa tem 74 anos
Foto
Pinto da Costa tem 74 anos

José Sócrates e Pinto da Costa almoçaram esta segunda-feira no Porto e no final o ex-primeiro-ministro reencontrou-se com alguns amigos do PS que se deslocaram ao restaurante.

Poucos dias depois do ex-primeiro-ministro ter deixado o do Estabelecimento Prisional de Évora, o presidente do Futebol Clube do Porto tinha telefonado a José Sócrates a convidá-lo para um almoço. Nessa noite, Sócrates jantava na sua casa, em Lisboa, com um grupo de amigos muito próximos. Nessa mesma noite ficou a saber-se que o ex-líder do PS estava de volta à estrada. O seu antigo chefe de gabinete, André Figueiredo, revelava na sua página no Facebook que Sócrates iria participar numa conferência sobre justiça e política em Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco. “Será apenas o início”, escreveu André Figueiredo.

Sócrates e Pinto da Costa reencontraram-se quase um ano depois de o líder dos dragões o ter visitado a Évora. O ex-primeiro-ministro veio agradecer a Pinto da Costa a amizade demonstrada aquando da visita, em Dezembro passado. Esta segunda-feira, o presidente do clube azul e branco recordou o momento e falou dele com alguma graça: “José Sócrates teve a amabilidade de querer conviver com as pessoas que tiveram a oportunidade de o visitar quando ele esteve em estágio em Évora”.

Aos microfones da estação televisiva Porto Canal, José Sócrates disse que veio ao almoço para que o presidente do FC Porto “soubesse como foi importante a gentileza que teve e a amizade que [lhe] dedicou”. “Não me esquecerei e vim aqui retribuir esse gesto”.

O ex-primeiro-ministro falou de política, mas evitou fazer declarações sobre o Presidente da República, que por estes dias tornará pública a sua decisão relativamente a um futuro Governo liderado pelo PS e apoiado por uma maioria de esquerda no Parlamento. Estes “são tempos que ao mesmo tempo são preocupantes e entusiasmantes”. “A política é um assunto dos homens, e por isso traz-nos sempre surpresas”, sublinhou.

Sócrates voltou a deixar claro que vai continuar activo. “Se alguns tiveram como objectivo que eu me calasse, estão equivocados. Continuarei a participar no debate político”, disse.