Acordo à esquerda impede novas privatizações

Foto
As mudanças têm motivado a contestação de algumas comunidades e associações Foto: Mafalda Melo

O texto acordado entre os quatro partidos de esquerda, PS, BE, PCP e PEV tem um capítulo sobre privatizações.

Dele fazem parte quatro pontos principais: A anulação das concessões e privatizações em curso dos transportes colectivos de Lisboa e Porto; a reversão das fusões de empresas de água que tenham sido impostas aos municípios; a reversão do processo de privatização da EGF, com fundamento na respectiva ilegalidade e a garantia de que, no futuro, nenhuma outra concessão ou privatização terá lugar durante a vigência deste acordo.