Já sabemos tudo sobre o Vodafone Mexefest, resta preparar o roteiro

Jenny Hval, San Holo ou os portugueses Beautify Junkyards, They're Heading West, Best Youth ou Cave Story completam o cartaz do festival que a 27 e 28 de Novembro toma conta da Avenida da Liberdade.

A norueguesa Jenny Hval foi um dos últimos nomes anunciados para o Vodafone Mexefest 2016
Foto
A norueguesa Jenny Hval foi um dos últimos nomes anunciados para o Vodafone Mexefest 2016 DR

O cartaz, apresentado na sua totalidade esta quarta-feira, está completo e todos os locais onde decorrerão os concertos foram anunciados. Podemos começar a preparar o roteiro que, avenida acima, avenida abaixo, cumpriremos no Vodafone Mexefest, em Lisboa, dias 27 e 28 de Novembro. Jenny Hval, San Holo ou os portugueses Beautify Junkyards, They’re Heading West, Cave Story, Flamingos, Nerve, DJ Firmeza e Best Youth juntam-se a nomes como Benjamin Clementine, Roots Manuva, Ducktails, Peaches ou Nicolas Godin, dos Air, previamente anunciados.

Entre as novidades, além das bandas anunciadas, surgem os espaços em que estas actuarão, componente determinante num festival como o Vodafone Mexefest, que ocupa várias salas no eixo da Avenida da Liberdade lisboeta. Regressam os concertos ao Tivoli, onde ouviremos Ducktails, LA Priest ou Nicolas Godin, surge no roteiro o Tanque, instalado na antiga piscina do Ateneu Comercial de Lisboa e a sala 3 do Cinema São Jorge será transformada na Vodafone Black Room, que albergará concertos em que a música e só a música comunicará com os ouvintes: as bandas que ali subirão ao palco actuarão em total escuridão.

Além dos espaços já referidos, o Vodafone Mexefest, que teve primeira edição em 2011, acontecerá na Garagem EPAL, no Palácio Foz, na Sociedade de Geografia de Lisboa, no Coliseu dos Recreios, na Casa do Alentejo, na Estação Ferroviária do Rossio e na Igreja de S. Luís dos Franceses, isto para além do já clássico palco ambulante, o do autocarro que transporta o público pela Avenida da Liberdade e que terá este ano os Sunflowers como banda residente. Promove ainda, no Museu de História Natural e da Ciência, um Mercado de Música Independente, aberto entre as 12h e as 19h.

Os passes para os dois dias de Vodafone Mexefest custam 50 euros. Além dos nomes já citados, o festival apresenta em cartaz Márcia, Titus Andronicus, Chairlift, Roger Plexico, Petite Noir, Bombino, Ariel Pink, Castello Branco, Patrick Watson, The Parrots, Glockenwise ou Cachupa Psicadélica.