Opinião

Butterworth sabe

Para quem se interessa por livros em segunda mão, o melhor artigo grátis de Outubro é "Bibliophiles Beware: Online Prices Are a Lottery", escrito por D.J.Butterfield e publicado na atrevidamente conservadora revista Standpoint.

Butterfield tem todas as virtudes de um classicista britânico: escreve bem e é simultaneamente apaixonado e sensato. Pensa. Dá exemplos.

Embora o artigo se dedique a mostrar-nos que os preços dos livros em segunda mão que estão à venda online são estupidamente caros, por se basearem na quantidade e qualidade dos mesmos livros online, também diz que o contrário também é verdade.

Sugere, por exemplo, um velho truque dos alfarrabistas: procurar autores cujos nomes estão mal escritos: "Houseman", "Yates" e "Tolkein". Diz que, sobretudo no eBay, se consegue comprar livros por um décimo ou até 2% do que custariam numa boa livraria.

Butterworth é o director da Housman Society Journal e organizou, com C.A.Stray, o livro A.E. Housman: Classical Scholar, publicado em 2009. É com generosidade que se identifica, sem ser preciso afirmá-lo, como um bibliófilo que gosta de comprar edições interessantes dos livros de A.E. Housman, mais conhecido como poeta, filólogo e protagonista da maravilhosa peça de Tom Stoppard que é The Invention of Love.

Por causa destas coisas farei questão de ler o livro dele de 2015, já muito elogiado: Varro Varius: The Polymath of the Roman World. Apesar de o preço ser, por 220 páginas, caríssimo.