Dois feridos em Sintra

Queda de ramo de árvore causa feridos ligeiros.

A Câmara Municipal de Sintra pagou ontem os subsídios a todos os seus funcionários
Foto
A Câmara Municipal de Sintra pagou ontem os subsídios a todos os seus funcionários

A queda de um ramo de uma árvore junto ao Hotel Central, devido ao mau tempo registado neste sábado de manhã no centro histórico de Sintra, provocou ferimentos ligeiros em duas pessoas, informou o serviço municipal de Protecção Civil.

"Devido ao vendaval que assolou a região de Sintra, por volta das 11h, caíram algumas árvores de grande porte e a queda de um galho junto ao Palácio Nacional de Sintra provocou dois feridos ligeiros", disse à agência Lusa o comandante do serviço municipal de Protecção Civil, Pedro Ernesto Nunes.

O homem e a mulher, que passavam no momento em frente ao Café Paris, situado ao lado da esplanada do antigo hotel, foram assistidos no local por uma unidade do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), adiantou a mesma fonte, que não dispunha de elementos de identificação das vítimas.

O vento forte e a chuva intensa que se registou a meio da manhã na região levou o serviço municipal de Protecção Civil "a encerrar os acessos à serra, por precaução e devido à queda de algumas árvores", acrescentou Pedro Ernesto Nunes.

A sociedade Parques de Sintra-Monte da Lua, que gere os monumentos na serra, informou que os acessos aos palácios foram encerrados em consequência do mau tempo.

A ligação entre o Ramalhão e São Pedro de Penaferrim também foi afectada pela queda de arvoredo de grande porte, que causou danos em algumas viaturas e casas devolutas, revelou o comandante da Protecção Civil.

Além das corporações de bombeiros do concelho, as operações de desobstrução e limpeza das vias mobilizaram meios da Protecção Civil e da Câmara de Sintra.

Sugerir correcção