Morreu Jim Diamond, o intérprete de I Should Have Known Better

O single I Should Have Known Better, que entrou directamente para o primeiro lugar do top britânico, foi um dos momentos altos de Jim Diamond, que morreu este sábado.

Foto

I Should Have Known Better serviu de banda sonora aos slows mais cheesy de meados da década de 1980 e teria certamente ficado mais do que uma semana no número 1 do Top britânico se, entretanto, não tivesse aparecido The Power of Love. Foi, ainda assim, um dos momentos altos de Jim Diamond, que morreu este sábado.

A BBC, que deu a notícia, não avançou a causa da morte, explicando apenas que foi “repentina” e que Diamond, de 64 anos, morreu em casa, em Londres.

Escocês de Glasgow, Diamond integrou a sua primeira banda aos 14 anos. Já em Londres foi um dos Bandit, tendo depois assinado com a Arista Records. Após uma passagem por Los Angeles, e já de regresso ao Reino Unido, formou os Ph.D com Tony Hymas e Simon Phillips. O primeiro single do álbum de estreia da banda, intitulado I Won’t Let You Down, vendeu milhões, mas a banda não durou e Diamond assinou a solo com a A&M Records. O single I Should Have Known Better, do álbum a solo Double Crossed (1984) entrou directamente para o primeiro lugar do top.

Mais recentemente, em 2011, Diamond lançou um projecto de covers intitulado City Of Soul que gravou com vários outros músicos escoceses e cujos lucros reverteram para a sua caridade Cash For Kids.

Segundo a BBC, o último post de Diamond na sua página pessoal no Facebook data de 28 de Setembro e, nele, o músico anuncia a morte da sua mãe: “Se olharem para o céu esta noite e virem um casal a dançar sobre uma nuvem ao som da “big band” de Count Basie são a minha mãe e o meu pai. Como sempre, paz para todos vocês Jx”.