Videoclipe

NERVE, tudo isto é cubista e dentuço

Tiago Gonçalves é o criador da personagem mais misteriosa e curiosa do hip hop em Portugal e, provavelmente, a mais desafiante que por cá existe. De facto, ela tem NERVE. No nome, claro, e também na obra. Nela expõe cruamente um nervo interior sem pruridos do desarranjo formal. Quer na vertente instrumental (beats e produção do próprio), quer na verbal. Um registo único, mas artisticamente cativante que, através dum jogo complexo de palavras, verte arritmicamente inquietações e paranoias pessoais. O título do trabalho anterior, de 2008, é já elucidativo: “Eu Não das Palavras Troco a Ordem”. Mas o recente (edição física e digital), elucida-se no subtítulo: “Trabalho e Conhaque, ou A Vida Não Presta e Ninguém Merece a Tua Confiança”. Todo o negativismo e negrume deste álbum teve afinal a confiança da inovadora estrutura editorial, a Mano a Mano, que tem valências na comunicação visual. Assim, o mano Chikolaev criou-lhe um videoclipe estilisticamente irrepreensível para o tema “Subtítulo”, mas adensando o sombrio universo musical de fortes referências visuais, espelhado num anfíbio verme dentuço que surge da visão cubista do rapper. Afinal, tudo isto é negro, tudo isto é hip hop, tudo isto é bom! De ver e ouvir; em português.

 

Texto escrito segundo o novo Acordo Ortográfico, a pedido do autor.