Opinião

A derrota de uma época

Suceda o que suceder, uma coisa é certa: o Partido Socialista de Mário Soares deixou de existir como força agente e movente do regime democrático português. A derrota de António Costa foi a derrota de uma época. Corrupto, irresponsável, envelhecido e caótico, o PS teve o fim que merecia. Daqui em diante a vida política portuguesa, sem esse pilar central, será uma balbúrdia com um futuro duvidoso.

Sugerir correcção