Torne-se perito

MRPP e PDR de Marinho e Pinto à frente nos pequenos partidos

Sondagem da Intercampus para o PÚBLICO, TVI e TSF dá ao Livre, PAN e JPP a possibilidade de elegerem um deputado.

O líder do PDR, Marinho e Pinto, candidatou-se pelo círculo de Coimbra
Foto
Marinho e Pinto vê no PS “ânsia de poder” e “teia clientelar” Miguel Manso

Com quase 70% das freguesias apuradas, entre os partidos sem representação parlamentar continua à frente o PCTP/MRPP com 1,17%, logo seguido de perto pelo Partido Democrático Republicano (PDR), de Martinho e Pinto (1,15%), a quem a projecção da Eurosondagem realizada para a SIC atribui a possibilidade de eleger dois deputados.

Nenhuma das projecções atribui ao PCTP/MRPP de Garcia Pereira qualquer mandato. Na projecção da Intercampus, realizada para a TVI e PÚBLICO, os pequenos partidos com hipóteses de eleger deputados são o Livre – Tempo de Avançar, de Rui Tavares e Ana Drago, que tem por agora 0,45% de votos, o Pessoas-Animais-Natureza (PAN), que está com 0,90%, e o Juntos pelo Povo, um novo partido nascido na Madeira que se estreou agora a nível nacional e que por enquanto está nos 0,31%.

A sondagem da Universidade Católica para a RTP apenas dá a possibilidade de o Livre – Tempo de Avançar eleger um deputado. No que também é seguida pela Eurosondagem. O Partido Nacional Renovador, xenófobo, está por esta altura em 10.º lugar, com 0,44%, ou seja, logo abaixo do Livre.

Os votos em branco representam 2,11%. Em 2011, esta percentagem, depois de apurados todos os votos, foi de 2,56%

Sugerir correcção