DR
Foto
DR

Estas são as 25 apps que estão a tramar a Apple

Empresa foi alvo de um ataque informático e divulga agora lista de aplicações com software malicioso

Depois de ter removido várias dezenas de aplicações da sua loja, por conterem "software" malicioso, a Apple divulgou agora a lista das 25 apps mais populares afectadas pelo problema.

Muitas daquelas aplicações — com "software" malicioso concebido para tentar enganar os utilizadores de iPhones e iPads, levando-os a fornecer informações pessoais, como palavras-passe — eram populares sobretudo na China, mas a lista também inclui aplicações usadas noutras partes do mundo, como é o caso da WeChat, uma aplicação de conversação que permite fazer chamadas de voz e vídeo.

Entre estas aplicações, cuja lista pode consultar aqui, estão ainda os jogos CarrotFantasy 2 e Angry Bird 2 - Yifeng Li’s Favorite.

Os programadores que desenvolveram estas aplicações descarregaram uma versão contaminada de Xcode, o "software" da Apple para desenvolver aplicações para os vários sistemas operativos da empresa. No seu comunicado, a Apple diz que os utilizadores que tenham uma destas aplicações as devem actualizar na App Store. Algumas ficaram indisponíveis por ainda não terem resolvido o problema.

Este caso, o maior do género descoberto na loja da Apple, que até aqui tinha registado apenas alguns casos isolados de aplicações com código malicioso, é uma mancha na reputação da loja da Apple, conhecida por fazer testes rigorosos às aplicações que coloca à disposição dos utilizadores, num processo que tipicamente demora vários dias.