Esquisso de Siza Vieira DR
Foto
Esquisso de Siza Vieira DR

Esboços privados de dez arquitectos expostos em Coimbra

Exposição "My Own Private Phosphenes - Patrimónios Imaginados" mostra esquissos de arquitectos de renome como Siza Vieira, João Mendes Ribeiro ou Raúl Hestnes Ferreira

Os esboços privados de um atelier e de dez arquitectos portugueses de "renome internacional", como Álvaro Siza Vieira, João Mendes Ribeiro ou Raúl Hestnes Ferreira, vão estar em exposição no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, a partir deste sábado, dia 26.

A exposição "My Own Private Phosphenes - Patrimónios Imaginados" vai ser inaugurada pelas 17h30, na Igreja do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, apresentando ao "público pela primeira vez" esquissos privados de dez arquitectos e um atelier, procurando "mostrar a importância e repercussão do esquisso nas obras construídas e a sua validação como utensílio fundamental no processo criativo do arquitecto", afirmou a organização, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

No espaço, vão estar presentes esboços dos arquitectos Adalberto Dias, Álvaro Siza Vieira, António Cerejeira Fontes, Camilo Rebelo, Francisco Vieira de Campos, João Mendes Ribeiro, João Pedro Xavier, José Paulo dos Santos, Raúl Hestnes Ferreira e Telmo Castro, bem como do atelier Spaceworkers.

A exposição, coorganizada pela Secção Regional Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) e pelo Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, procura "mostrar como os arquitectos utilizam o desenho" na procura de "soluções", explanou o responsável pelo pelouro da Comunicação e Cultura da OASRN, Pedro da Rocha Vinagreiro, citado na nota de imprensa.

A iniciativa "é o resultado de pensamento, conversas, sonhos, mas sobretudo de vivências e experiências várias de cada interveniente", sublinhou o curador da exposição, Luís Pedro Crisóstomo, considerando "My Own Private Phosphenes" uma "regressão ao momento primeiro".

Até 15 de Outubro, a exposição pode ser visitada de terça a sexta-feira, entre as 10 e as 19 horas. Depois dessa data e até ao final da mostra, a 26 de Outubro, passa a poder-se visitar das 10 às 18 horas, de terça a sexta-feira.