McDonald’s vai aceitar reservas e ter serviço à mesa na Suécia

Teste piloto vai abranger 31 restaurantes da cadeia de fast food entre 25 de Setembro e 2 de Outubro.

Empresa quer modernizaç para tentar contrariar a baixa de vendas
Foto
Empresa quer modernizaç para tentar contrariar a baixa de vendas Mike Blake/REUTERS

É um teste piloto arrojado. A McDonald’s vai aceitar reservas e ter serviço à mesa durante o jantar em 31 restaurantes da Suécia, o primeiro país onde a cadeia norte-americana de fast food quer experimentar um novo conceito, radicalmente diferente do que tem seguido desde que foi fundada em 1955, em Illinois.

Em vez dos tabuleiros, das filas nas caixas, do tempo contabilizado ao minuto, entre 25 de Setembro e 2 de Outubro a McDonald’s irá aceitar reservas através de um site (bookatable.se) onde há dezenas de outros restaurantes. De acordo com a AFP, a Suécia é um mercado difícil para a cadeia norte-americana, onde enfrenta a concorrência da Burger King e da Max, uma rede local de restaurantes. Este teste insere-se numa estratégia de lançamento de um novo hambúrguer (New Maestro Classic) e de modernização para tentar contrariar a baixa de vendas.

Foi também na Europa que a multinacional começou a remodelar os seus restaurantes e a apostar no McCafé. Nos Estados Unidos, o seu maior mercado, não reporta um aumento de vendas (tendo em conta o mesmo número de lojas) desde Outubro de 2013.

“Queremos dar aos amantes de hambúrgueres uma experiência única. O novo New Maestro Classic tem uma elevada qualidade e queremos lançá-lo de uma forma divertida e exclusiva. Por isso, permitimos aos nossos clientes reservar uma mesa e sentir-se bem-vindo”, disse Staffan Ekstam, director de desenvolvimento de produtos da McDonald’s sueca, em comunicado.