Jovem de 26 anos trabalha actualmente como animador no Museu da Electricidade Elias Gato
Foto
Jovem de 26 anos trabalha actualmente como animador no Museu da Electricidade Elias Gato

Prémio de Literatura Infantil 2015 atribuído a Elias Gato

Na categoria de ilustração, o jovem de 26 anos foi eleito entre mais de 300 candidaturas. Prémio é de 25 mil euros

O ilustrador Elias Gato, de 26 anos, que usa o pseudónimo de Miau, foi distinguido este ano com o Prémio de Literatura Infantil do Pingo Doce na categoria de ilustração. O galardão, este ano em segunda edição, foi criado pela empresa Pingo Doce em parceria com a Alêtheia Editores, e tem um valor global de 50 mil euros, dividido entre os autores do texto e da ilustração.

Depois de em Junho deste ano ter sido anunciada a escolha da história "Orlando, o caracol apaixonado", da autoria de Sérgio Mendes, vencedor na categoria de texto, foi agora a vez de Elias Gato ser distinguido na ilustração. O júri, presidido por Zita Seabra, da Alêtheia Editores, e ainda composto por Inês Moura Paes, Pedro Silva Pereira, Susana Oliveira e Sara Miranda, escolheu este candidato como o que melhor respondeu ao desafio de ilustrar a história.

Nesta segunda edição do concurso foram apresentadas mais de 300 candidaturas, as mulheres representaram cerca de 70% do universo total, e a faixa etária que mais obras submeteu à avaliação do júri situou-se entre os 16 e os 35 anos.

Natural de Castro Marim, no distrito de Faro, Elias Gato tem um mestrado em Ensino de Artes Visuais, reside actualmente em Lisboa, e trabalha como animador no Museu da Electricidade. Lançado em 2014, o Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce pretende reforçar o trabalho de promoção da leitura entre os mais jovens.