Vuelta: Alessandro De Marchi vence isolado 14.ª etapa

Fabio Aru mantém a liderança da classificação geral.

Foto
Jaime Reina/AFP

Foi debaixo de um nevoeiro denso que o italiano Alessandro De Marchi (BMC) venceu isolado a 14.ª etapa da Volta a Espanha, que terminou com uma contagem de categoria especial e com Fabio Aru (Astana) a controlar a concorrência para manter a liderança da geral.

A etapa mais longa da presente edição, de 215 quilómetros entre Vitoria e Alto Campoo, teve cinco fugitivos e, na parte decisiva, o transalpino, que já tinha vencido uma etapa na Vuelta de 2014, na qual foi o ciclista mais combativo, impôs-se com o tempo de 5h43m13s.

“Foi incrível. Não me passava pela cabeça no início da Volta. Não esperava render tanto, até porque ontem [anteontem] despendi muita energia. Foi uma grande surpresa”, admitiu De Marchi, 29 anos, que no início da temporada se viu condicionado por uma tendinite.

O compatriota Salvatore Puccio (Sky) e o espanhol José Joaquín Rojas (Movistar) chegaram a 21 e a 32 segundos, respectivamente, e completaram o pódio da etapa.

Na luta pelos primeiros lugares da geral, muito agitada nos quilómetros finais, houve marcação cerrada entre Fabio Aru, o espanhol Purito Rodríguez e o colombiano Nairo Quintana: Rodríguez recuperou um segundo para Aru (está agora a 26, no segundo posto) e Quintana ganhou seis ao espanhol e sete ao italiano, reentrando no top 10.

“Queríamos endurecer a etapa e por isso atacámos forte no final.  Procurei atacar, mas com o ritmo que temos imposto estamos todos cansados. Todos os dias tentamos ganhar alguns segundos”, resumiu Aru.

O holandês Tom Dumoulin e o espanhol Alejandro Valverde, respectivamente terceiro e sexto classificados, perderam 10 segundos para os rivais directos, com Valverde a cair assim para sétimo, ultrapassado pelo compatriota Mikel Iturralde.

Depois de ter vencido, isolado, a 13.ª etapa, Nelson Oliveira (Lampre) foi 51.º, a 8m36s, subindo dois lugares para 30.º, a 33m23w do líder.André Cardoso (Garmin) foi o melhor português da etapa, em 32.º, a 5m02s, e mantém o estatuto na geral, com o 18.º posto, a 11m42s.

No domingo continua a saga da alta montanha, na 15.ª etapa, entre Comillas e Sotres, na distância de 175,5 quilómetros.