Wikipedia já não está na lista de sites a serem bloqueados na Rússia

Foto
Nuno Ferreira Santos

A enciclopédia online Wikipedia não está na lista de sites a ser bloqueados na Rússia, disse terça-feira a Roskomnadzor, a autoridade que monitoriza os meios de comunicação russos.

Na segunda-feira, esta pediu para bloquear o acesso a uma página da Wikipedia dedicada a Tcharas, uma variedade de cannabis. Esta decisão foi baseada numa sentença proferida em Junho por um tribunal na região de Astrakhan, no sul da Rússia.

No entanto, a informação daquela página foi editada e, segundo a autoridade federal que controla as drogas, agora, aquela informação já não viola a lei russa. “Temos a confirmação da Roskomnadzor que a página da Tcharas foi excluída do registo de sites proibidos", confirmou o director da Wikipedia Rússia, Stanislav Kozlovsky no Twitter, acrescentando que o acesso àquela página aumentou para 30 mil no espaço de um dia.

Tudo começou na sexta-feira, quando a Roskomnadzor emitiu uma informação lembrando o acórdão do tribunal de Cherny Yar, uma cidade de oito mil habitantes na região de Astrakhan, que instava a Wikipedia a eliminar aquela página. Perante a recusa da Wikipedia, o site foi bloqueado.

Desde 2012, uma lei controversa permite bloquear certos sites a pedido da justiça russa. Várias páginas da Wikipedia, dedicadas a drogas ou suicídio, já caíram em desgraça com a lei, mas a Roskomnadzor nunca tinha solicitado expressamente o bloqueio da enciclopédia online.