Facebook estará a preparar app para notícias de última hora

Utilizadores podem escolher publicações das quais querem receber "breaking news" ou optar por tópicos sobre os quais querem receber alertas.

Os utilizadores podem vir a receber textos de 100 caracteres com o que acabou de ser publicado num site noticioso
Foto
Os utilizadores podem vir a receber textos de 100 caracteres com o que acabou de ser publicado num site noticioso Justin Sullivan/Getty Images/AFP

Primeiro foi uma parceria com nove editores, que se chama Instant Articles e que permite às publicações criarem artigos mais rápidos e interactivos no Facebook. Agora, a rede social estará a preparar uma aplicação móvel (app) para que os utilizadores sigam as notícias de última hora.

Segundo o Business Insider (BI), a app fornecerá um serviço semelhante ao do Twitter. Os alertas que chegam através da aplicação têm até 100 caracteres de texto e incluem o link para o artigo noticioso que está publicado no site de uma publicação.

O BI afirma ter tido acesso a imagens de ecrã do novo produto Facebook e cita uma fonte anónima que trabalha de perto com a plataforma Facebook Business, segundo a qual a rede social já escolheu algumas empresas para parcerias destinadas a testar aquela poderá vir a ser uma das próximas apps com a marca da equipa de Mark Zuckerberg.

A app, cuja existência não foi comentada ou confirmada pelo Facebook, está ainda numa fase inicial. Com detalhes ainda vagos sobre o que será uma app de notícias de última hora, o BI indica algumas das suas características. Por exemplo, os utilizadores poderão escolher as publicações das quais pretendem receber alertas de notícias, sendo que inicialmente o número de editores deverá ser pequeno na fase de arranque da app. Podem ainda escolher tópicos sobre os quais querem receber informação em 100 caracteres.

Sempre que haja notícias de última hora, as publicações podem criar notificações móveis que irão surgir de imediato nos feeds de notícias dos utilizadores que as subscreveram, à semelhança do que já acontece com o Twitter. Ao surgir o alerta, o utilizador pode aceder à notícia na íntegra no site da publicação clicando num link que vem associado à notificação.

Para já, não é claro de que forma esta app se irá relacionar com o Instant Articles, a funcionalidade anunciada em Maio. Esta permite que nove editores passem a publicar directamente conteúdos noticiosos na rede social que se podem aceder nos dispositivos móveis de uma forma dez vezes mais rápida e com uma leitura mais simples.

A possibilidade de uma app para alertas de notícias de última hora através do Facebook surge pouco depois de o Twitter ter iniciado testes a um mesmo tipo de serviço em apps para iOS e Android.