Foto

All Wallabies

A Austrália derrotou a Nova Zelândia, por 27-19, e garantiu a conquista do Rugby Championship 2015

Desde 2011 que a Austrália não conseguia vencer a Nova Zelândia e a última vez que os Wallabies tinham ganho três jogos consecutivos no Rugby Championship tinha sido há 15 anos, mas essa contagem terminou neste sábado, em Sydney. Com uma das melhores dos últimos tempos, a Austrália bateu a Nova Zelândia, por 27-19, e conquistou o Rugby Championship 2015.

 

A 41 dias do início do Mundial 2015, os australianos terão certamente deixado ingleses e galeses, rivais no Grupo A da prova, com muitos motivos para preocupações. Confirmando a enorme evolução desde que Michael Cheika assumiu o seu comando, os Wallabies souberam resistir aos All Blacks no início e no final fizeram por merecer o triunfo.

PÚBLICO -
Foto

 

PÚBLICO -
Foto

A primeira parte foi mais disputada do que bem jogada, com turnovers constantes. Na meia hora inícial, a Nova Zelândia jogou quase sempre no meio campo australiano, mas bem pressionados pelos Wallabies, os neozelandeses cometiam sucessivos erros na transmissão de bola e os primeiros 40 minutos terminaram com um magro 6-3 para os All Blacks.

PÚBLICO -
Foto

 

A segunda parte foi bem diferente. Logo no terceiro minuto, Aaron Smith viu um amarelo e a Austrália aproveitou para marcar de imediato o primeiro ensaio, pelo pilar Sekope Kepu, e colocou-se pela primeira vez na frente: 10-6.

 

Dan Carter, sete minutos depois, ainda reduziu para 10-9, tornando-se no primeiro jogador a marcar 1500 pontos por uma selecção, mas aos 54’ foi a vez do australiano Nick Phipps ver um amarelo e o jogo partiu para 10 minutos alucinantes, com três ensaios de rajada: O primeiro foi marcado pelo estreante Nehe Milner-Skudder, bem assistido por Ben Smith; cinco minutos depois, Matt Toomua lançou ao pé Adam Ashley-Cooper que finalizou de forma espectacular; aos 65’, Milner-Skudder resistiu à placagem de três australianos e fez o bis.

 

Com 15 minutos para jogar, a Nova Zelândia tinha dois pontos de vantagem (19-17), mas o suplente Nic White deu a volta aos All Blacks. Pouco depois de entrar, o formação dos Brumbies converteu uma penalidade a 48 metros dos postes e a oito minutos do fim, enganou Dan Carter, furou a defesa neozelandesa e marcou o quarto ensaio da Austrália, fixando o resultado final em 27-19.

Australia: 15 Israel Folau, 14 Adam Ashley-Cooper, 13 Tevita Kuridrani, 12 Matt Giteau, 11 Drew Mitchell, 10 Bernard Foley, 9 Nick Phipps, 8 David Pocock, 7 Michael Hooper, 6 Scott Fardy, 5 James Horwill, 4 Dean Mumm, 3 Sekope Kepu, 2 Stephen Moore (c) 1 Scott Sio,

Nova Zelândia15 Ben Smith, 14 Nehe Milner-Skudder, 13 Conrad Smith, 12 Sonny Bill Williams, 11 Julian Savea, 10 Daniel Carter, 9 Aaron Smith, 8 Kieran Read, 7 Richie McCaw (c), 6 Jerome Kaino, 5 Luke Romano, 4 Brodie Retallick, 3 Owen Franks, 2 Dane Coles, 1 Tony Woodcock.