Júri de Veneza completo: Emmanuel Carrère, Diane Kruger, Hou Hsiao-hsien...

O presidente deste grupo de jurados, que atribuirá o Leão de Ouro a 12 de Setembro, já era conhecido: o mexicano Alfonso Cuarón.

Foto

O escritor francês Emmanuel Carrère, a actriz alemã Diane Kruger e o realizador taiwanês Hou Hsiao-hsien fazem parte do júri da 72.ª Mostra de Veneza (de 2 a 12 Setembro) acabam de anunciar os organizadores do mais antigo festival de cinema do mundo.

O presidente deste grupo de jurados, que atribuirá o Leão de Ouro, já era conhecido: o mexicano Alfonso Cuarón (Gravity).

Mais há mais neste grupo de jurados, para além do autor francês (Limonov, D'autres Vies que la Mienne ou  L'Adversaire), da actriz de Inglorious Basterds e de um dos mais celebrados realizadores da actualidade, que já foi Leão de Ouro em Veneza (1989, City of Sadness). São eles o turco Nuri Bilge Ceylan (Palma de Ouro em Cannes 2014 com Sono de Inverno), a actriz americana Elizabeth Banks (Hunger Games), os realizadores Francesco Munzi (Anime Nere, o vencedor dos prémios do cinema italiano deste ano, os David di Donatello), Pawel Pawlikowski (Ida, Óscar do filme estrangeiro em 2015) e a inglesa Lynne Ramsay (We Need to Talk About Kevin).

Este grupo atribuirá os Leões de Ouro e de Prata, um Grande Prémio e as Coppa Voli para os melhores intérpretes - assim como o prémio Marcello Mastroianni para as melhores esperanças masculina e feminina, um prémio para o argumento e um Prémio Especial do Júri. O realizador francês Bertrand Tavernier receberá um Leão de Ouro pela carreira.

A composição de dois outros júris de secções paralelas foi também anunciada: Jonatham Demme preside à secção Horizontes (cinemas emergentes) e Saverio Costanzo à secção dos primeiros filmes, Luigi di Laurentiis.

A programação oficial da 72.ª edição será anunciada quarta-feira em conferência de imprensa em Roma. Sabe-se já a programação da Semana da Crítica, que fará a estreia mundial de Montanha, primeira longa-metragem de João Salaviza.