The Assassin
Foto
The Assassin

Setembro será o mês do cinema chinês em Lisboa

Festa do Cinema Chinês em Lisboa mostra clássicos e contemporâneos inéditos em Portugal

A Festa do Cinema Chinês irá apresentar, em Setembro, mais de uma trintena de filmes chineses, exibidos entre a Cinemateca Portuguesa e o Cinema Ideal, em Lisboa, segundo o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA). A iniciativa é da Cinemateca Portuguesa e da sua congénere China Film Archives, com o apoio do ICA, e prevê a exibição, de 10 a 30 de Setembro, de um extenso panorama da história do Cinema Chinês, assim como algumas das suas produções mais recentes, inéditas em Portugal.

No Cinema Ideal, de 10 a 16 de Setembro, serão exibidos doze filmes contemporâneos, seis dos quais produzidos pelo estúdio XiaoXiang Film Group e outros assinados por nomes relevantes do cinema de expressão chinesa, como Hou Hsiao-Hsien, que, em Maio passado, recebeu o prémio de melhor realizador, em Cannes, pelo filme "The assassin", que fará parte deste ciclo, assim como "Mountains may depart", de Jia Zhangke, que também competiu no festival francês. Tsui Hark ou Lou Ye são outros cineastas contemporâneos programados para o Cinema Ideal, segundo o ICA.

Por sua vez, na Cinemateca, será exibida uma retrospectiva do cinema clássico, que irá "abarcar momentos essenciais da história do cinema chinês", e ainda uma retrospectiva parcial de "um dos seus maiores expoentes", o realizador Xie Jin, autor de "The opium war", de 17 a 30 de Setembro, de acordo com o comunicado do ICA.

"The Goddess", um clássico de 1934, dirigido por Wu Yonggang, é outro título esperado para a Cinemateca Portuguesa. Esta obra foi considerada uma das melhores da década de 1930, pelo cineasta chinês Chen Kaige, realizador de "Adeus, minha concubina", vencedor da Palma de Ouro, em Cannes, em 1993.

A Festa do Cinema Chinês realiza-se no âmbito do 10.º aniversário do estabelecimento da parceria estratégica entre a República Popular da China e Portugal, e dá seguimento à visita oficial à China, em Novembro de 2014, do secretário de Estado da Cultura do Governo português, Jorge Barreto Xavier, que irá presidir à iniciativa, com o embaixador da República Popular da China em Portugal, afirma o ICA.

A festa "pretende favorecer o intercâmbio cinematográfico através do diálogo entre autoridades, responsáveis e profissionais dos cinemas chinês e português e dar a conhecer, na China, a riqueza do património cinematográfico e da cultura de Portugal", sublinha o instituto. "Numa época em que as relações entre os dois países se desenvolvem, este evento revela o empenho chinês e português para alcançar uma nova etapa no aprofundamento do conhecimento mútuo", remata.