Ellen Pao, CEO do Reddit, não resistiu à “revolta” dos utilizadores

O despedimento de uma funcionária da empresa motivou um coro de protesto, palavras de ódio e de insultos contra a chefe-executiva Ellen Pao. A sua saída reacendeu o debate sobre os limites dos comentários online e a igualdade de género.

Foto
Ellen Pao acabou por deixar o Reddit perante um coro de críticas e ofensas pessoais REUTERS/Robert Galbraith

Chamaram-lhe a “Revolta do Reddit”. Vários fóruns e sub-categorias de fóruns do site americano Reddit - onde os utilizadores podem escrever ou publicar links, que são votados pela comunidade – foram encerrados pelos moderadores em protesto contra o despedimento de uma funcionária. Victoria Taylor era responsável por coordenar uma série intitulada Ask Me Anything/AMA (Perguntem-me qualquer coisa), um fórum com bastante sucesso junto dos utilizadores. Quando Victoria foi despedida, sem anúncio prévio ou explicações, os utilizadores e moderadores da comunidade Reddit “atacaram” não só o site como a presidente-executiva (CEO), Ellen Pao, em particular.

“Os ataques foram piores no caso da Ellen porque ela é mulher”, disse Sam Altman, membro do conselho de administração do Reddit. “E isso é uma vergonha para a humanidade.”

Durante a última semana, mais de 200 mil pessoas assinaram uma petição a exigir a demissão de Ellen Pao. E de nada adiantaram as justificações da presidente-executiva que, numa carta publicada no site após os primeiros protestos, pediu desculpa por esta e outras falhas de comunicação com a comunidade ao longo dos anos e por ter “surpreendido os moderadores com grandes mudanças”. Mas o coro da revolta já era demasiado alto. Depois da saída de Pao ter sido anunciada, os utilizadores celebraram: “O grande demónio foi morto."

Em entrevista à revista Wired, Sam Altman recusou que Pao tivesse sido despedida, afirmando que chegaram a um acordo. “Ela trouxe um rosto que mudou as percepções, é uma pioneira para as mulheres na indústria da tecnologia”, afirmou.

Ellen Pao juntou-se à equipa do Reddit há dois anos e em Novembro de 2014 foi nomeada CEO. Em Março deste ano perdeu um processo de discriminação de género contra uma das maiores empresas de capital de risco de Silicon Valley, a Kleiner Perkins. O julgamento gerou um intenso debate em torno da igualdade de género dentro da indústria tecnológica, discussão que volta a emergir agora com os comentários sexistas e racistas que foram publicados na semana passada a exigir a demissão de Ellen Pao.

Sam Altman condenou os ataques pessoais: “Foi doentio ver o que alguns utilizadores escreveram sobre a Ellen. A redução da compaixão que acontece quando estamos todos atrás de um ecrã de computador não é boa para o mundo. As pessoas continuam a ser pessoas mesmo que a Internet esteja no meio”, defendeu.

Ellen Pao justificou a saída, no entanto, com o facto de não conseguir cumprir as metas de crescimento da empresa nos próximos seis meses sem prejudicar os valores do Reddit. Uma das maiores lutas de Pao dentro da empresa terá sido o esforço para actualizar políticas que barrassem o assédio e o ódio online, o que levou a que muitos fóruns com temas racistas ou de bullying fossem banidos.

Na carta de despedida, Ellen Pao afirmou que em todo o processo o que mais a tocou foram histórias de outros utilizadores: “Algumas falavam de pessoas que conheciam que se tinham suicidado por serem transsexuais ou por imagens íntimas suas terem sido expostas”. "Sou apenas mais uma mulher, tenho família e sentimentos", escreveu.

Num artigo de opinião publicado no New York Times, dois moderadores dos fóruns coordenados por Victoria Taylor, a funcionária dispensada, explicaram que o boicote ao site serviu para mostrar a importância da comunidade de voluntários do Reddit: “Estamos preocupados sobre o significado de uma decisão destas em empresas que dependem do trabalho de voluntários – e se eles compreendem realmente o que torna uma comunidade online vibrante”.  

O Reddit, que se auto-intitula “a homepage da Internet”, regista mensalmente 164 milhões de utilizadores activos e tem tentado crescer sem alienar a comunidade que a sustenta. Com os limites a serem testados, a direcção do Reddit anunciou que não vai tolerar “ameças de morte” e ofensas, e afirmou que sem um equilíbrio entre “autenticidade e compaixão” o Reddit pode ser “um grande site mas nunca uma grande comunidade”.