Dinheiro complica transferência de Iker Casillas para o FC Porto

Jogador está disposto a abdicar de 8,5 milhões do ordenado que teria a receber nos dois anos de contrato com o Real Madrid, mas ainda não há acordo quanto ao encargo salarial que os merengues terão de assumir.

Foto
JAVIER SORIANO/AFP

Segundo a Marca, as diferenças nos impostos a pagar entre Portugal e Espanha estão na base do desentendimento. Casillas pretende receber o seu ordenado bruto — que seria partilhado por FC Porto e Real Madrid — correspondente aos dois anos de contrato com o clube merengue e não o ordenado líquido, tendo em conta que a carga fiscal a que estará sujeito em Portugal é menor do que em Espanha. Ainda de acordo com este diário desportivo espanhol, a existência de vários intermediários no negócio, que implica o pagamento de várias comissões, também está a bloquear o entendimento.

O acordo entre Casillas e o FC Porto por duas temporadas, com mais uma de opção, já estaria concluído e havia um princípio de entendimento entre os dois clubes para a partilha do salário do jogador entre os dois clubes, mas, de acordo com o jornal As, foi aqui que falhou a negociação entre Casillas e o Real. O jornal diz que o guarda-redes abdicou de 8,5 milhões de euros dos 24 milhões de salário bruto que tinha previsto para as duas temporadas do contrato que ainda restavam no contrato e que o FC Porto iria pagar dez milhões, ficando o Real Madrid com a responsabilidade de assegurar 5,5 milhões. O guarda-redes pretende que o clube presidido por Florentino Pérez garanta, por escrito, esta fatia do seu ordenado.

Esta aparente ruptura nas negociações surge poucas horas depois de Santos Márquez, empresário do jogador, ter garantido que a transferência do internacional espanhol para o Dragão estava praticamente concluída. “Entre o FC Porto e o Casillas há um acordo há vários dias. Ele está feliz pelo acordo que firmou com o FC Porto”, garantia o empresário, em declarações a uma televisão espanhola.

Durante a tarde, Casillas havia passado por Valdebebas, centro de estágio do Real Madrid, para o início dos trabalhos da equipa merengue, mas, dizia a imprensa espanhola, com o objectivo de se despedir dos colegas de equipa. Foi fotografado e filmado a cumprimentar Florentino Pérez e a assistir a uma palestra do novo técnico Rafa Benítez, mas estes seriam os últimos momentos no Real Madrid porque a oficialização do negócio com o FC Porto estaria por horas.

A comunicação social espanhola avançava, inclusive, que o Santiago Bernabéu estaria aberto ao final da manhã de hoje para que os adeptos se despedissem daquele que foi quase sempre o dono da baliza merengue nos últimos 16 anos, uma informação que, com o negócio bloqueado, ficou desactualizada. Casillas terá de voltar a Valdebebas para cumprir os testes médicos e participar no primeiro treino da nova temporada com Benítez. No Porto, em noite de apresentação dos novos equipamentos, não houve surpresa de última hora. Nem Casillas, nem outro reforço.