Se quer perder peso, chega de desculpas!

Paula Martins, Nutricionista e Nutricoach, autora do site projecto NutriSABER, fala da importância da motivação e do papel da actividade física quando o objectivo é perder peso.

Foto

Que a obesidade é um problema instalado, já sabemos. Que o excesso de peso já chega a mais de metade da nossa população, já sabemos. Que temos de fazer algo por isso, alguns já sabem! E são esses que sabem que me chegam à consulta de nutrição ou às sessões de Nutricoaching.

Nessas consultas, após uma partilha detalhada do histórico pessoal do cliente, seguido do estabelecimento de um objectivo, partimos juntos para as soluções. Estas, passam pela adequação do plano alimentar, mas (não menos importante), pela execução de um plano de exercícios, que grande parte das vezes é o assunto ao qual os clientes oferecem mais resistência. 

Perder peso sem exercício é possível? Sim é possível, mas... Peso, nem sempre significa gordura. O exercício físico vai permitir queimar gordura e vai impedir a perda de massa muscular, dependendo do tipo de treino até irá promover o seu aumento. Não esquecendo do papel da actividade física no alívio do stress ou ansiedade, sintomas muito associados a este grupo de indivíduos.

E porquê? Das primeiras respostas que oiço, quando sugiro a realização de uma prática desportiva, é: “Eu não posso ir para o ginásio porque...”. Depois disto, oiço as mais variadas e legitimas razões, tais como, os custos de mensalidades associadas, as despesas de viagem ou tempo perdido no trânsito até lá, os horários incompatíveis, o tempo dispendioso entre balneários, exercitar-se e chegar a casa, onde ninguém consegue gastar menos que duas horas, bem como outros pormenores que confundem ou desmotivam à partida qualquer iniciante. 

Mas, quem falou em ginásio? Será que não temos todos o nosso próprio ginásio particular? Será que nunca reparámos nele? Não temos todos um corpo super funcional, que faz tudo (ou quase) o que lhe mandamos? Não temos todos um caminho, uma estrada ou um passeio à porta de casa? 

Pois, isso eu tenho, é verdade! Não se apanha trânsito, equipamos-nos rapidamente em casa (não há a desculpa de se esquecer de levar o saco do ginásio), fazemos um horário à nossa medida, vamos sozinhos ou acompanhados com amigos, com o cão ou até com as crianças, e melhor, não se paga inscrição, seguro ou mensalidade.
Por isso, quer perder peso? Exercite-se sim, no sofá ninguém emagrece!

[email protected]

www.nutrisaberpaulamartins.blogspot.com

Paula Martins – Nutricionista e Nutricoach, autora do site projecto NutriSABER, com Programas de nutricoaching, educação alimentar, perda de peso, mudanças de estilo de vida, melhoria da auto-estima e também a trabalhar com Eneagrama na Nutrição.