DR
Foto
DR

Highlanders alcançaram o topo

De forma surpreendente, a formação de Dunenin foi a Wellington bater os favoritos Hurricanes e conquistou o Super Rugby 2015

A época regular e convincente dos Hurricanes, com um primeiro lugar na Fase Regular (66 pontos e apenas duas derrotas contra os Waratahs e Crusaders) colocava a equipa de Wellington, que jogava em casa, com amplo favoritismo, mas os Highlanders (53 pontos e cinco derrotas) repetiram a proeza das meias-finais, onde eliminaram os campeões Waratahs, e de forma inesperada, mas merecida, fizeram os “canes” ceder, e, com o triunfo por 21-14, conquistaram pela primeira vez o título de campeões do Super Rugby.

Nos embates desta época entre as duas equipas na Fase Regular, os Hurricanes tinham vencido em Dunedin (20-14) e em Wellington (56-20), mas no final o filme do jogo foi bem diferente. Num jogo frenético, com duas equipas muito conscientes das suas capacidades, as falhas dos homens de Wellington e alguma falta de inspiração dos seus habitualmente decisivos jogadores das linhas atrasadas, fizeram a maior diferença. Não tirando mérito à exibição pressionante dos Highlanders, o que é facto, é que caso os “canes” tivessem no seu melhor, dificilmente teriam perdido esta partida.

Num duelo de nervos e alto ritmo, a pressão constante dos Highlanders à maior posse e território dos Hurricanes motivou uma penalidade logo aos 3’, convertida por Lima Sopoaga. O abertura iria ainda ser responsável por mais uma penalidade e uma conversão. Do outro lado Beauden Barrett converteu três penalidades mas falhou duas e ainda uma conversão. Ma’a Nonu conseguiu fazer toque de meta aos 35’, mas apenas quatro minutos depois, Elliott Dixon (melhor em campo) fez toque de meta para os Highlanders que assim partiram com uma vantagem de 13-5 para o intervalo.

PÚBLICO -
Foto

Com os “canes” a correrem atrás do prejuízo, Waisake Naholo praticamente sentenciou o encontro aos 45’ com mais um ensaio (o ponta foi o melhor marcador da época). Ao cair do pano, um drop de Marty Banks confirmou a primeira vitória da equipa dos Highlanders na competição, um triunfo inesperado até para os próprios adeptos da formação de Dunenin.

PÚBLICO -
Foto

Hurricanes: 1 - Reggie Goodes, 2 - Dane Coles, 3 - Ben Franks, 4 - Jeremy Thrush, 5 - James Broadhurst, 6 - Brad Shields, 7 - Callum Gibbins, 8 - Victor Vito, 9 - TJ Perenara, 10 - Beauden Barrett, 11 - Julian Savea, 12 - Ma'a Nonu, 13 - Conrad Smith, 14 - Nehe Milner-Skudder, 15 - James Marshall

PÚBLICO -
Foto

Highlanders: 1 - Brendon Edmonds, 2 - Liam Coltman, 3 - Josh Hohneck, 4 - Alex Ainley, 5 - Mark Reddish, 6 - Elliot Dixon, 7 - James Lentjes, 8 - Nasi Manu , 9 - Aaron Smith, 10 - Lima Sopoaga, 11 - Patrick Osborne, 12 - Richard Buckman, 13 - Malakai Fekitoa, 14 - Waisake Naholo, 15 - Ben Smith