Fotogaleria
Fotogaleria
desNorte

"desNorte" volta a ser palco para artistas do Porto

Trata-se de uma mostra "organizada pelos próprios artistas, que mostram os seus trabalhos ao mesmo tempo que produzem os seus trabalhos"

A mostra "desNorte" realiza-se, pela terceira vez, até sexta-feira no Mosteiro de São Bento da Vitória, um evento auto-organizado por artistas do Porto para exporem os seus trabalhos.

A artista e coorganizadora Mariana Amorim explicou à Lusa que a "desNorte" é "uma mostra organizada pelos próprios artistas, que mostram os seus trabalhos ao mesmo tempo que produzem os seus trabalhos". O evento inclui criações de dança, performances, instalações, oficinas e conversas com artistas como Victor Hugo Pontes (que estreia "When I'm laid in earth"), Cristina Leitão, Dinis Machado ou Marianne Baillot, sendo o único critério que sejam artistas residentes no grande Porto.

Mariana Amorim recordou que "há imensas escolas de ensino de dança no Norte, há muita gente a criar e a produzir e poucos teatros e poucas salas", o que faz com que "quando há uma mostra, com equipa técnica" se note "uma sede grande" de participar. De acordo com esta participante, que apresenta "O eterno retorno do abismo", há agora uma "ligação maior entre os próprios artistas da cidade, porque há a possibilidade de se encontrarem e de verem os trabalhos uns dos outros e criar diálogos, o que anteriormente era mais complicado".

O programa de cada dia de "desNorte" conta com várias peças, com bilhetes a três euros por dia.