Miguel Macedo será arguido no caso dos vistos gold

Ministério Público pediu ao Parlamento que levante a imunidade ao deputado e ex-ministro social-democrata.

Miguel Macedo
Foto
Miguel Macedo Rui Gaudêncio

O Ministério Público (MP) quer constituir arguido o ex-ministro da Administração Interna e actual deputado social-democrata Miguel Macedo no cado dos vistos gold, avança o Diário de Notícias na sua edição deste sábado. Para tal, fez um pedido de levantamento da imunidade à Assembleia da República.

O pedido foi entregue no final desta semana. De acordo com o MP, o ex-ministro é suspeito do crime de prevaricação de titular do cargo político, ou seja, terá favorecido amigos. A pena vai de dois a oito anos de prisão. 

Miguel Macedo confirmou ao Diário de Notícias ter sido informado pelo Parlamento da entrada de um pedido de levantamento da imunidade parlamentar. Recorde-se que o actual deputado do PSD demitiu-se do cargo de ministro, em Novembro passado, devido a estas suspeitas no caso dos vistos gold.

O pedido seguiu para a comissão parlamentar de Ética que o vai discutir na próxima semana.