Disputado durante 15 minutos em leilão, um Klimt é comprado por 34,8 milhões

Um Klimt em leilão é uma raridade. O preço final representa o segundo valor mais alto pago por um retrato do pintor vienense

Foto
Pintado em 1902, antes do período dourado de Klimt, Retrato de Gertrud Loew foi comprado por um anónimo REUTERS/Suzanne Plunkett

Depois de um duelo de 15 minutos entre dois licitadores, o Retrato de Gertrud Loew, um óleo pintado em 1902 por Gustav Klimt (1862-1918), antes do seu período dourado, foi vendido por 34,8 milhões de euros na quarta-feira à noite em Londres, num leilão da Sotheby’s.

A pintura, que nunca tinha estado disponível no mercado aberto da arte, foi adquirida por um anónimo que indicou os seus lanços através do telemóvel a uma mulher sentada na sala, segundo o New York Times. A disputa com outro licitador foi demorada para os padrões de um leilão, originando observações espirituosas da parte do leiloeiro e director da Sotheby’s Europa, Henry Wyndham. “Ainda estão todos acordados?”, perguntou, ainda a disputa de 15 minutos ia a meio. Quando a pintura foi finalmente arrematada, houve aplausos, descreve o Guardian.

A Sotheby’s estimara que o quadro, de metro e meio por 45 centímetros, atingiria entre 17 e 25 milhões de euros no leilão. O preço final corresponde ao segundo valor mais alto pago por um retrato do pintor vienense. Em 2006, o magnata da indústria de cosméticos Ronald Lauder pagou 120 milhões de euros por Adele Bloch-Bauer I. Essa aquisição, que resultou de uma negociação privada, representou o valor mais alto até então atingido por uma pintura.

Gertrud Loew, a mulher que figura no retrato vendido na quarta-feira à noite, era a filha de 19 anos de Anton Loew, médico que dirigia um sanatório privado em Viena cujos clientes incluíram o próprio Klimt, além do compositor Gustav Mahler e do filósofo Ludwig Wittgenstein. A pintura tinha sido encomendada no ano anterior ao breve primeiro casamento de Gertrud. Em 1939, com a invasão da Áustria pelos nazis e a perseguição aos judeus, Gertrud parte para os Estados Unidos, confiando a pintura de Klimt e outras obras de arte a um amigo. A colecção acabou por ser vendida. Depois da II Guerra Mundial, um filho de Klimt, Gustav Ucicky comprou Retrato de Gertrud Loew. Quando morreu, em 1961, a pintura foi deixada à sua viúva, Ursula, que criou a Fundação Klimt em Viena.

Retrato de Gertrud Loew chegou ao mercado depois de no ano passado a família de Klimt e os herdeiros de Gertrud Loew resolverem uma disputa sobre os direitos de propriedade do quadro. Os dois campos concordaram em dividir o valor obtido no leilão. Como parte do acordo entre as duas famílias, cinco desenhos que se encontram na Fundação Klimt serão também restituídos aos descendentes de Gertrud Loew.

Outra obra leiloada pela Sotheby’s na quarta-feira foi Petite Danseuse de Quatorze Ans, escultura em bronze de Edgar Degas, por 22 milhões de euros. Uma pintura de Malevich, Suprematism, 18th Construction, de 1915, foi vendida abaixo do preço estimado, por 30 milhões de euros.