Porto

Tudo está morto enquanto vive

Tudo está morto enquanto vive é um espectáculo de dança dirigido por Joana Castro e Joana Providência, a partir da obra do pintor austríaco Egon Schiele. Inserido no FITEI, terá 16 intérpretes, todos amadores do TUP, Teatro Universitário do Porto, o grupo de teatro mais antigo do Porto. Os espectáculos serão na Fábrica Social - Fundação José Rodrigues, 18-20 de Junho, às 23h00, e 21 de Junho, às 19h00.

Fotogaleria

Tudo está morto enquanto vive é um espectáculo de dança dirigido por Joana Castro e Joana Providência, a partir da obra do pintor austríaco Egon Schiele. Inserido no FITEI, terá 16 intérpretes, todos amadores do TUP, Teatro Universitário do Porto, o grupo de teatro mais antigo do Porto. Os espectáculos serão na Fábrica Social - Fundação José Rodrigues, 18-20 de Junho, às 23h00, e 21 de Junho, às 19h00.

Sugerir correcção