Torne-se perito

E se RAP pagasse o ordenado de Jesus em Alvalade? João Quadros não quer acreditar, mas…

Argumentista adepto do Sporting comenta a ida de Jesus para o Sporting e até está de acordo com o benfiquista Ricardo Araújo Pereira.

Foto

Estão em campos desportivos completamente opostos. O humorista Ricardo Araújo Pereira [RAP] é um dos maiores defensores do Benfica na praça pública. O argumentista João Quadros é um “leão” sempre pronto a deitar as unhas de fora em defesa do “actual Sporting”. Provavelmente nunca estiveram de acordo sobre futebol. Até esta quinta-feira.

Ricardo Araújo Pereira afirmou ao PÚBLICO logo de manhã que considerava “um erro histórico” a saída de Jesus do Benfica. O autor do programa de humor da TSF Tubo de Ensaio, contactado pelo PÚBLICO, apoia. “Concordo com ele. Para o Ricardo é a segunda vez que o [Álvaro] Sobrinho lhe troca as voltas”, afirmou, numa referência ao facto de Ricardo Araújo Pereira ter assumido publicamente ser um dos lesados do BES. Álvaro Sobrinho é apontado com sendo um dos financiadores da operação Jesus em Alvalade.

“Não quero sequer pensar que vai ser o Ricardo a pagar o primeiro mês de ordenado do Jesus”, acrescentou.

João Quadros, que há mais de uma semana anda a garantir no Twitter que Jesus ia para Alvalade, diz ser fã do técnico há mais de 10 anos”. “Só há uma pessoa mais feliz que eu: o pai de Jorge Jesus”.  Virgolino Jesus foi jogador do Sporting, e o técnico ter-lhe-á prometido que um dia treinaria o clube de Alvalade.

Quadros diz não perceber os benfiquistas, “embora não perca muito tempo com isso”. “Estão mais chateados com o nosso presidente que com o deles. Não estão chateados que o presidente [Vieira] tenha oferecido metade do ordenado ao Jesus. É como um vendedor de automóveis vender 25 Mercedes numa tarde e o patrão o chamar para lhe dizer: “Você bateu o recorde mundial de venda de Mercedes e por isso vou-lhe oferecer metade do ordenado”.

O argumentista defende também que Marco Silva devia continuar no Sporting e “com o ordenado por inteiro”. Quadros dava-lhe uma missão especial em Alvalade: “Ajudar o Zé Eduardo no restaurante.” José Eduardo, antigo jogador do Sporting fez duras críticas a Marco Silva, no início do ano, quando o técnico e o presidente "leonino" andavam de cadeias às avessas.

Por fim, Quadros acha “incrível” que o Benfica tenha “despedido Rui Vitória [actual treinador do Guimarães e apontado como possível técnico "encarnado"] em 24 horas”, uma vez que agora já se fala noutros treinadores para o lugar. “Vai ser despedido sem uma única derrota.”


Sugerir correcção