Opinião

Os gins

Quem sabe de gin nos séculos antes de ficar na moda sabe que os melhores gins são os "London Dry" gins, descendentes civilizados dos antepassados holandeses.

A Garrafeira Nacional é a melhor, mais completa e mais barata garrafeira de Portugal. Comprando-se 50 euros ou mais o transporte é oferecido.

Muito antes de começar a moda do gin o dono da GN apaixonou-se pelo gin. Tem uma variedade imensa a preços inferiores aos praticados noutros países.

Quem sabe de gin nos séculos antes de ficar na moda sabe que os melhores gins são os "London Dry" gins, descendentes civilizados dos antepassados holandeses.

São todos bons e diferentes. Sem prová-los nunca se poderá compreender as versões muito mais caras e (quase sempre) mais ineptas. O Gordon's (que em Portugal se vende ainda na bonita garrafa antiga) é deliciosamente unidimensional (zimbro, zimbro, zimbro!) e custa 10,90 euros. No Reino Unido custa o dobro mas em cada duas garrafas de gin vendidas uma é Gordon's.

A Gordon's é tão amada que não tem uma versão mais cara. A Bombay Original é sumptuosa e custa 10,95 euros mas o Bombay Sapphire, que custa 21,80 euros é mais apagado e fino mas não é duas vezes melhor.

Segue-se o banal mas seguro Greenall's Gin (desde 1761) a 12,30 euros.

O fabuloso Tanqueray (de Sinatra e de Elaine Stritch) tem 43 graus mas só custa 15,90. A versão de luxo (o Tanqueray Ten) custa 27,35 euros.

O Beefeater, perfeito, custa 14,95 euros. No Corte Inglés, agora, custa 12 euros. É uma obra-prima. Mas a versão de luxo (o 24) é menos de duas vezes mais cara (25,90 euros) e, pelo menos vez e meia mais saborosa.

Estará tudo dito? Não.